Nos últimos dias, a comunicação social portuguesa e sul-americana tem colocado uma série de nomes de jogadores na órbita do FC Porto. Renzo Saravia é quem está mais perto de ser o primeiro a vestir a camisola azul e branca neste mercado de transferências, mas parece que outros tantos se seguem oriundos do Brasil ou Argentina.

A aposta no mercado sul-americano parece ser prometedora neste verão. Entre os rumores lançados pela imprensa estão nomes como: Luan, Everton e Juninho Capixaba (Grêmio Porto Alegrense), Pedrinho (SC Corinthians), Pedro (Fluminense FC), Róger Guedes (ex-Clube Atlético Mineiro), Ezequiel Almendra (CA Boca Juniors), Abner (Associação Atlética Ponte Preta), Renan Lodi e Léo Pereira (Atlhetico Paranaense) e Léo Santos (Fluminense FC). Alguns destes nomes já foram desmentidos pelo FC Porto, mais precisamente no programa “Mercado” do Porto Canal. Paulo Miguel Castro afirmou que Luan não entrava nos planos para a época 2019/2020, embora tenha sido oferecido ao clube.

Depois de uma fase em que o FC Porto investia em jogadores que se destacam nas equipas mais pequenas da Primeira Liga, mas sempre com o mercado sul-americano em vista, a política de transferências parece ter mudado em relação aos últimos anos.

O clube do Estádio do Dragão é uma referência por potenciar talentos oriundos da América do Sul como foi o caso de Éder Militão, James Rodríguez, Falcão, Otamendi, Danilo, Alex Sandro, etc. e o investimento nestes jogadores oferece um retorno financeiro gigante aos dragões.

Alex Telles e Felipe, dois brasileiros que brilharam ao serviço do FC Porto
Fonte: FC Porto

Embora nem todos os casos sejam de sucesso, o lucro que os azuis e brancos atingiram sobrepõe-se a todo o investimento fracassado nesses mesmos jogadores e só demonstra que o atleta sul-americano tem uma excelente adaptação ao futebol português e, claro, ao FC Porto.

Sabendo que nem todos aqueles nomes irão reforçar a turma de Sérgio Conceição, é essencial que o investimento seja feito com critério e que cheguem apenas os melhores dos melhores da América do Sul.

A Copa América, principal competição de seleções que este ano decorrerá no Brasil, será a grande montra para os olheiros do FC Porto perceberem que jogadores deste continente podem ingressar no clube português.

Foto de Capa: FC Porto

Comentários

Artigo anteriorWWE Super ShowDown: O sonho comanda a vida e os sauditas comandam a empresa!
Próximo artigoBas Dost ou Slimani?
Desde criança a colecionar cromos e recortes de jornais de vários jogadores até às longas carreiras nos videojogos no seu clube do coração, foram muitas as alegrias que o desporto rei lhe proporcionou. Assume ficar fulo quando não consegue acompanhar um jogo da equipa da cidade Invicta, mas no que toca a tudo o que acontece à volta do seu clube sente a obrigação de estar sempre atualizado. Estuda Ciências da Comunicação e é através da escrita que se prefere expressar.                                                                                                                                                 O Tiago escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.