SITE TEMPORÁRIO

20 de Janeiro, 2022

Wendell FC Porto

A um Wendell de distância | FC Porto

Este ano, Sérgio Conceição tem tido problemas evidentes na defesa, nomeadamente no eixo central, devido a algumas lesões e na asa esquerda pela falta de alternativas. Na verdade, alternativas até há, com Wendell a chegar no final do mercado de verão, agora não há é a qualidade que se exige a um clube como o FC Porto.

A época começou a exemplificar isso mesmo com a situação de Zaidu em Famalicão, onde ficou nitidamente mal na fotografia do golo dos famalicenses. O nigeriano, apesar de ter ganho alguma consistência com o passar dos jogos, não deixa de ficar sempre associado aos lances de maior perigo do adversário, como na última partida contra o Vitória SC.

Deste modo, é nítido que o defesa nigeriano, apesar da sua vontade, não tem o nível que os dragões nos tem vindo habituado nos últimos anos, com Álvaro Pereira, Alex Sandro ou Telles. Neste sentido, Sérgio Conceição exigiu e teve nos últimos dias de mercado Wendell, defesa que antes estava ao serviço do Bayer de Leverkusen.

Um claro aumento de qualidade com a chegada de Wendell

Claramente, logos nos primeiros minutos se viu que estávamos perante uma clara melhoria face a Zaidu, tanto a nível defensivo como ofensivo, capítulo que Zaidu deixa muito a desejar, devido aos seus cruzamentos diretos à VCI ou o seu fraco sentido de definição de lances.

Algo que o brasileiro veio trazer alguma esperança, pois o lado esquerdo é claramente mais forte com a sua presença em campo.

Wendell FC Porto
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Atualmente, o jogador perdeu algum espaço, fruto de uma lesão no jogo em casa contra o AC Milan e desde aí, Sérgio Conceição tem-se servido de Zaidu, porém a insegurança é nítida com o jogador em campo. Além disso, muito do jogo dos adversários, sabendo das debilidades inerentes aquele lado, tendem sempre a tentar criar perigo por esse flanco.

Por isso, não há dúvidas nenhumas de que o jogo do FC Porto fica muito mais solidificado com a presença de Wendell em campo, dado que é mais fiável a defender, bem como oferece muito mais a nível ofensivo, com melhores combinações, com maior envolvimento interior, algo que não é possível com o seu colega de equipa.

Por sua vez, também a nível técnico é algo diferente, mas para melhor, sem querer desconsiderar Zaidu.

Assim, num mês de decisões para o FC Porto, a começar já na terça-feira contra o Club Atlético de Madrid e o duplo confronto com o SL Benfica mais para o final do mês, restam poucas incertezas que os portistas estão a um Wendell de distância de se apresentarem mais fortes em campos.