Académico Viseu FC 0-1 FC Porto: Pelo relvado haveria ópera

    A CRÓNICA: GOLO DE ANDRÉ FRANCO COLOCA FC PORTO NAS MEIAS-FINAIS DA TAÇA DE PORTUGAL

    Com seis alterações no onze, o FC Porto tentou pegar no jogo como favorito. No entanto, a equipa visitante destapou-se e viu o Académico aproximar-se da baliza através de transições rápidas.

    Os dragões com muita dificuldade em se soltarem só aos 30 minutos tiveram a primeira oportunidade com Pêpê a descobrir desmarcado no coração da área, Toni Martinez. Só que o ponta de lança espanhol atirou fraco e pouco colocado para defesa fácil de Gril. Já perto do intervalo foram os viseenses a criarem perigo. Numa bola parada em que Ott deu para Quizera e este cruzou para o segundo poste com Arthur e Toro a ficarem a centímetros de chegarem à bola que acabou por sair.

    A segunda parte começou novamente com o Porto com maior iniciativa, mas desta vez mais objetivo. Aos 50’, o Porto chegou mesmo ao golo através de um cabeceamento de André Franco a responder um cruzamento atrasado de Uribe. O Académico tentava reagir com mais bola, mas não está habituado a jogar dessa forma e os visitantes aproveitavam para explorar o flanco direito para contra atacar. Já no ultimo quarto de hora de jogo, este foi caindo de ritmo e o Porto estava mais confortável a controlar o que foi reforçado com a entrada de Grujic.

    Sem ópera, nem em modo festival, o Porto passa para as Meias da Taça, mas não se livrou de estar a defender nos últimos minutos. Pela primeira parte principalmente, o Académico de Viseu merecia chegar ao prolongamento e mostrou com um estádio praticamente lotado que tem condições para chegar à I Liga.

    O FC Porto vai agora jogar com o FC Famalicão nas meias-finais da Taça de Portugal.

    A FIGURA

    Matheus Uribe – Num jogo em que estava difícil de desbloquear no ataque, teve de ser o médio colombiano a surpreender com um cruzamento a defesa viseense e deixar com conta, peso e medida para André Franco, revelando grande visão de jogo. Uribe também foi importante a controlar também os movimentos ofensivos do adversário.

    O FORA DE JOGO

    André Almeida – O central do Académico até esteve a um bom nível durante praticamente todo o encontro. Só que no lance do golo do Porto tanto o seu colega de setor, Arthur Chaves, como ele deram muito espaço aos homens do adversário na grande área. André Almeida estava mais próximo de Andre Franco, mas acabou por deixar o médio dos dragões finalizar.

    BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

    Académico Viseu FC

    BnR: O Chris [Nduwarugira] não esteve hoje na ficha de jogo. Houve algum problema físico?

    Jorge Costa [técnico principal]: Está doente, mas não é nada de grave. Em principio, estará recuperado para o próximo jogo [Farense, para a Segunda Liga].

    FC Porto

    Não foi permitida fazer qualquer pergunta ao técnico Sérgio Conceição.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Pedro Filipe Silva
    Pedro Filipe Silvahttp://www.bolanarede.pt
    Curioso em múltiplas áreas, o desporto não podia escapar do seu campo de interesses. O seu desporto favorito é o futebol, mas desde miúdo, passava as tardes de domingo a ver jogos de basquetebol, andebol, futsal e hóquei nacionais.