Terminada a época desportiva 2018/2019, é altura de debruçar o olhar sobre o futuro, mais concretamente sobre a época 2019/2020, que começará cedo para o FC Porto.

A segunda posição assegurada no campeonato garante ao FC Porto um lugar na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Devido ao coeficiente da UEFA, os azuis e brancos figuram-se como um dos cabeças de série nesta fase da competição, que se jogará entre 6/7 de agosto (mediante o sorteio) e o dia 13 do mesmo mês.

Nesta fase da competição, o FC Porto terá como possíveis adversários o Olympiakos, da Grécia, no caso de esta passar a segunda pré-eliminatória, onde é uma das equipas favoritas, treinada por Pedro Martins e que conta com José Sá na baliza, recentemente contratado ao FC Porto; o Club Brugge, da Bélgica, que os dragões defrontaram na fase de grupos da “Champions” em 2016/2017 e a que  os homens da Invicta venceram nas duas partidas disputadas; o PSV Eindhoven, da Holanda, que se encontra na mesma posição que o Olympiakos para este efeito, e que deixou o campeonato fugir para o sensacional Ajax, tendo estado na “pole position” para vencer a “Eredivisie” até à penúltima jornada, onde perdeu no terreno do AZ Alkmaar; e o Krasnodar, terceiro classificado da liga russa, atrás de Zenit e Lokomotiv de Moscovo, equipa que o FC Porto defrontou e venceu este ano por duas vezes na Liga dos Campeões.

O FC Porto foi eliminado pelo Liverpool FC, que vai disputar a final da competição
Fonte: FC Porto

No caso de o FC Porto seguir em frente, vai para o play-off de acesso à fase de grupos da competição, onde é, novamente, cabeça de série, e onde defrontará um dos vencedores da terceira pré-eliminatória. Esta derradeira fase antes da tão desejada entrada na fase de grupos disputar-se-á entre 20/21 de agosto e 27/28 desse mesmo mês, mediante o sorteio.

Toda esta configuração obrigará o FC Porto a estar com níveis de entrosamento e performance altos logo em agosto, sob pena de ficar de fora da competição que serve de principal abono financeiro para os clubes europeus.

De relembrar que a equipa liderada por Sérgio Conceição, nesta temporada, chegou aos quartos-de-final da competição, tendo arrecadado por volta de 80 milhões de euros.

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários