DUELO EM DIA DE BOICOTE

Com o segundo lugar seguro, mas a quatro pontos da liderança desejada, o FC Porto pretende continuar a fase vitoriosa diante do SC Braga, equipa que, apesar de ser sempre uma dor de cabeça, Sérgio Conceição já encontrou a fórmula para vencer.

Os portistas chegam a este encontro depois de somarem três vitórias consecutivas para o campeonato – incluindo as duas difíceis deslocação a Alvalade e Moreira de Cónegos -, e de garantir ainda a presença nas meias-finais da Taça de Portugal, depois de vencer o Varzim durante a semana.

O SC BRAGA SOMA TRÊS VITÓRIAS CONSECUTIVAS E RÚBEN AMORIM SEGUE EM GRANDE. A ODD PARA A VITÓRIA NO DRAGÃO ESTÁ A 6.60. ARRISCAS NOS BRACARENSES?

Do outro lado, está uma equipa que também não quer descolar dos lugares cimeiros e que tem Rúben Amorim no comando técnico da equipa. O treinador assumiu o lugar há dois jogos e saiu vitorioso na duas partidas, numa delas com uma vitória gorda por 7-1 diante do Belenenses SAD.

Anúncio Publicitário

A equipa está numa boa fase – motivada pelos resultados – e pretende dar uma resposta aos últimos anos no Dragão, os quais não consegue vencer.

Espera-se um jogo grande como as duas equipas o são, debaixo de um ambiente de consternação. Os adeptos bracarenses prometeram boicote ao jogo devido ao horário e dia da partida.

 TEREMOS AMBAS AS EQUIPAS A MARCAR?

É expectável que seja uma partida de um grande nível de futebol, que normalmente acaba por resultar em vários golos. As duas equipas têm um bom registo ofensivo e a jogarem em transições rápidas são muito eficazes. É provável que numa partida desta intensidade, as duas equipas sejam capazes de marcar. A partir do momento que o FC Porto estiver a ganhar, o SC Braga vai correr atrás do resultado. Caso a situação se inverta, e sejam os bracarenses a começarem a vencer, dificilmente o FC Porto acabará o jogo em branco.

COMO JOGARÁ O SC BRAGA?

A equipa de Rúben Amorim vai entrar em jogo com a habitual tática, mas face ao adversário pode ter de adaptar alguns jogadores e recuar algumas posições. A jogar com apenas três defesas: Vítor Tormena, Raúl Silva e Bruno Viana, o treinador pode ter de recuar algum jogador dianteiro para parar a força ofensiva do FC Porto. No meio-campo – que é o setor mais forte do clube -, a equipa jogará com Ricardo Esgaio, Fransérgio, João Paulinha e Nuno Sequeira, jogadores com valências capazes de fazer frente aos homens da casa que, muitas vezes, sentem maior dificuldade nessa zona do terreno. No setor ofensivo, Rúben Amorim vai apostar no trio mortífero: Francisco Trincão, Ricardo Horta e Paulinho.

 JOGADOR A TER EM CONTA?

Fonte: SC Braga

Ricardo Horta – Esta está a ser, sem dúvida, a melhor época de Ricardo Horta. O jogador português tem estado endiabrado. E é, a par de Paulinho, o jogador mais perigoso do plantel bracarense. É rápido, inteligente e eficaz. Tem a magia suficiente para desbloquear o jogo e qualidade necessária para reverter maus resultados. O faro a golo tem sido materializado esta temporada, com 14 tentos apontados.

 XI PROVÁVEL

3-4-3: Matheus; Vítor Tormena, Raúl Silva, Bruno Viana; Ricardo Esgaio, Fransérgio, João Paulinha, Nuno Sequeira; Francisco Trincão, Ricardo Horta e Paulinho

 

  COMO JOGARÁ O FC PORTO?

A vitória sofrida em Moreira de Cónegos vai ser um tónico motivador para os homens de Sérgio Conceição, que vão entrar em campo com vontade de ficar com os três pontos em casa. Para este jogo, o treinador Sérgio Conceição já vai ter mais opções, com Marcano e Pepe de regresso aos jogos do campeonato, entrando diretamente para o onze, para os lugares que Diogo Leite e Mbemba ocuparam diante do Moreirense FC.

Na baliza, Marchesín continua a ocupar o lugar que já conquistou, como referido, Pepe e Marcano reentram para o centro do defesa, enquanto que Alex Teles e Corona se mantêm a laterais.

No meio-campo, Uribe e Danilo ocupam o centro do terreno, já Otávio e Nakajima, mais objetivos, preenchem as alas, com Soares e Marega na zona dianteira. Uma dupla que fez estragos nos últimos jogos e que tem mostrado um bom entrosamento.

Destaque para a aposta continua em Soares, que marcou oito golos nos últimos sete jogos.

 

 JOGADOR A TER EM CONTA?

Fonte: Diogo Cardoso/Bola na Rede

Tiquinho Soares – Esta temporada, o avançado tem mais concorrência no plantel, com a chegada de Zé Luís com a aposta em Fábio Silva. O avançado nem sempre foi opção para Sérgio Conceição, em alguns jogos não foi aposta e houve outros em que apenas entrou no decorrer da partida, mas ultimamente tem dito presente a Sérgio Conceição na aposta do treinador em colocá-lo na titularidade da equipa. O avançado tem feito as delícias dos adeptos, com golos marcados e com intervenções preciosas. É o principal responsável pelas últimas vitórias do FC Porto.

  XI PROVÁVEL

4-4-2: Marchesín, Alex Telles, Pepe, Marcano, Corona; Danilo, Uribe, Luis Díaz e Otávio; Soares e Marega

Foto de capa: Diogo Cardoso/Bola na Rede

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão 

Comentários