Renascida a esperança do título | Portimonense x FC Porto

    FC Porto Cabeçalho
    Primeira Liga, 25.ª jornada: sexta-feira, 8 de março de 2024, 18h45.

    A ANTEVISÃO: DRAGÕES DEFRONTAM PORTIMONENSE SUPER MORALIZADOS COM A GOLEADA APLICADA AO BENFICA. OS ALGARVIOS QUEREM REGRESSAR URGENTEMENTE ÀS VITÓRIAS.

    Tendo em conta o que se passou no Estádio do Dragão no passado domingo, o Portimonense que se cuide para não passar pelo mesmo pesadelo que o Benfica passou, ao ser goleado por 5-0. O FC Porto desloca-se hoje ao Algarve para enfrentar a formação alvinegra, e vai querer provar que a manita dada aos encarnados não foi apenas fogo de vista. Os dragões são claramente favoritos para este duelo (a história assim o diz), mas esta temporada o conjunto orientado por Sérgio Conceição já sentiu na pele que tudo muda num abrir e fechar de olhos.

    O técnico portista continua sem poder contar com os lesionados Iván Marcano, Zaidu e Mehdi Taremi, este último cada vez mais perto do regresso, e tem agora outro jogador com problemas físicos. Wendell sofreu uma entorse no tornozelo direito e está em dúvida para o encontro de hoje. Caso se confirme a ausência do lateral esquerdo brasileiro, João Mendes avança para a titularidade. Todos estes contratempos parecem não preocupar muito Sérgio Conceição, que já definiu um onze à sua imagem, e mesmo com as limitações do plantel, por muitos considerado o mais fraco dos últimos anos, lá vai aguentando um barco que já esteve perto de se afundar. Certo é que os jogadores do FC Porto estão a melhorar o seu rendimento individual, e isso tem-se refletido no nível exibicional da equipa, que tem vindo a crescer de jogo para jogo. Galeno e Francisco Conceição, dois dos melhores em campo frente ao Benfica, são um bom exemplo de que a máquina azul e branca promete começar a trabalhar em pleno e de uma forma mais consistente.

    Nico González no FC Porto x Portimonense
    O FC Porto venceu o Portimonense no encontro da primeira volta do campeonato
    Fonte: Diogo Cardoso/Bola na Rede

    Em Portimão as previsões meteorológicas não são as melhores, e o vendaval de golos que se abateu no norte do país no último fim de semana, desloca-se agora para sul e promete fazer estragos. Cabe agora ao treinador do Portimonense, Paulo Sérgio, evitar que a sua formação seja, também ela, vítima da intempérie de concretização azul e branca. Rigor tático e concentração defensiva podem ser a chave do sucesso algarvio, tentando depois explorar os pontos fracos do FC Porto, já expostas por outras equipas durante este campeonato. Cartas fora do baralho para logo à tarde são duas. Paulo Estrela, lesionado, e Pedrão, expulso, não vão poder dar o seu contributo e ajudar os seus colegas a derrotar o emblema da cidade invicta.

    O FC Porto ocupa o terceiro lugar do campeonato, e depois do triunfo gordo frente ao Benfica, ainda sonha em conquistar o título nacional. Numa prova como esta em que a regularidade é determinante para as contas finais, os azuis e brancos têm esbanjado muitos pontos, situação anormal num clube que está habituado a vencer. Quanto ao Portimonense, atualmente na 14.ª posição, há cinco jogos que não conquista os três pontos e necessita urgentemente de vitórias para fugir cada vez mais da zona de despromoção.

    O árbitro da partida é Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

    10 DADOS RÁPIDOS

    1. Portimonense e FC Porto já se defrontaram 44 vezes em todas as competições. Quatro vitórias para os algarvios e 36 triunfos para os dragões.

    2. Nesses 44 jogos, os alvinegros marcaram 24 golos e o FC Porto 116.

    3. O Portimonense nunca conseguiu vencer o FC Porto no seu estádio por mais de um golo.

    4. A maior goleada dos azuis e brancos em Portimão aconteceu na época 2017/2018, para o campeonato. 1-5 foi o resultado.

    5. O resultado mais comum entre as duas formações no Estádio Municipal de Portimão é de 1-0, e já se verificou por quatro ocasiões.

    6. O último triunfo do Portimonense frente ao FC Porto remonta ao ano de 1987.

    7. O conjunto orientado por Sérgio Conceição tem apenas uma derrota nas últimas 14 partidas.

    8. O Portimonense tem 15 jogadores brasileiros no seu plantel.

    9. A média de golos marcados por jogo dos dragões esta temporada é de 1,95.

    10. O FC Porto apadrinhou a estreia do Portimonense no escalão máximo do futebol português, ao vencer no Estádio das Antas a equipa algarvia por 3-0, na primeira jornada do campeonato da época 1976/1977.

    JOGADORES A TER EM CONTA

    Hélio Varela no jogo entre o Portimonense e o Farense
    Fonte: Edmilson Monteiro/Bola na Rede

    Hélio Varela (Portimonense) – Com cinco golos marcados e uma assistência esta temporada, este extremo esquerdo cabo-verdiano de apenas 21 anos, que o Portimonense foi buscar ao Sintrense em 2021, promete ser uma dor de cabeça para a defesa portista no duelo desta tarde. Varela é um jogador muito forte fisicamente, além de ser bastante rápido e decidido na hora de atirar à baliza.

    Wenderson Galeno FC Porto
    Fonte: FC Porto

    Galeno (FC Porto) – O bis no clássico frente ao Benfica só veio confirmar o grande momento de forma que o jogador brasileiro atravessa. Marcou cinco golos nos últimos cinco encontros e promete continuar a faturar. Galeno é um extremo que joga pelo lado esquerdo do ataque, é bom tecnicamente e possui um remate forte e colocado. Foi no Braga que começou a mostrar todo o seu talento e o FC Porto nem hesitou em contratá-lo. Com ele em campo, Sérgio Conceição pode dormir descansado.

    XI´s PROVÁVEIS

    Portimonense: Nakamura; Igor Formiga, Alemão, Gonçalo Costa e Filipe Relvas; Dener e Lucas Ventura; Jasper, Carlinhos e Varela; Hildeberto Pereira

    Treinador: Paulo Sérgio

    «Obviamente que o último resultado do FC Porto trará mais confiança ao grupo e a tudo o que o envolve. Nós temos mais uma partida em que estão três pontos em disputa, em que temos toda a obrigação de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para tentar tirar alguma coisa dessa mesma partida, não é diferente dos outros. Desde que aqui estou já houve várias vezes em que tornámos as coisas bastante difíceis ao FC Porto, mas também sabemos que há trinta e não sei quantos anos que o Portimonense não vence o FC Porto. Não é fácil, são níveis completamente diferentes, mas é nossa obrigação tentar criar uma estratégia e uma ideia, em que todos acreditemos que será possível tirar alguma coisa deste jogo, seja um ponto, seja os três. É entrar para dentro de campo para trabalhar durante todo o tempo de jogo».

    FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Pepe, Otávio e Wendell; Nico González e Alan Varela; Francisco Conceição, Pepê e Galeno; Evanilson

    Treinador: Sérgio Conceição

    «Espero um jogo difícil, de campeonato, perante uma equipa que no seu estádio consegue, de certa forma, complicar a vida aos adversários. Lembro-me de alguns jogos muito difíceis que fizemos em Portimão, onde ganhámos no último minuto. Espera-nos uma tarefa complicada, que faz parte destas batalhas que acontecem no campeonato. Vai depender do que fizermos e da forma como estivermos no jogo, interpretando e percebendo aquilo que poderá acontecer. Este jogo é complicado porque o Paulo (Sérgio) tem variado muito de sistema, muitas vezes de uma semana para a outra há linha de cinco, de quatro, até no meio-campo. Fica difícil de analisar e olhar para essas diferentes formas e perceber que jogadores utiliza. Acredito que umas vezes seja por necessidade e outras por estratégia, mas para quem analisa e vai dissecar o adversário fica mais difícil. Temos de nos preparar para esses cenários, olhando para jogadores que têm na frente e que são muito rápidos e vão aproveitar alguma desorganização que possamos ter no jogo. Nas bolas paradas também é uma equipa forte. É verdade que o Pedrão foi expulso, mas têm outros jogadores fortes nesse momento. Temos de fazer o nosso jogo e ir à procura dos três pontos para continuarmos nessa luta».

    PREVISÃO DE RESULTADO: Portimonense 1-2 FC Porto

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Clube da Serie A entra na corrida por Vangelis Pavlidis, alvo do Benfica

    Vangelis Pavlidis está a suscitar a cobiça do Bolonha....

    Bayern Munique ‘perde’ reforço para o RB Leipzig

    O Bayern Munique queria contratar Assan Ouédraogo, jogador do...

    Feyenoord confirma Brian Priske como sucessor de Arne Slot

    O Feyenoord já treinador para a temporada 2024/25. Brian...

    Benjamin Sesko renova com o RB Leipzig até 2029

    Benjamin Sesko colocou um ponto final na especulação sobre...
    Rui Alves Maria
    Rui Alves Mariahttp://www.bolanarede.pt
    O Rui é natural de Tavira. Desde 2003 que a sua residência é em Odivelas e com essa deslocação teve a oportunidade de frequentar e concluir um Curso Profissional de Técnicas Jornalísticas. O jornalismo foi sempre a sua paixão desde muito cedo e o seu gosto pela escrita foi acompanhando essa mesma paixão. No entanto, é no jornalismo desportivo que se sente mais à vontade para desenvolver todas as suas capacidades.