O nome de Bruma foi apontado, esta semana, como o próximo jogador do FC Porto, de forma a substituir Yacine Brahimi, que confirmou a sua saída do clube. O internacional português, segundo o empresário Cátio Baldé, já assumiu que tem preferência por voltar a Portugal, o seu país, mas há propostas vindas da Rússia (Spartak Moscovo) e da Holanda (PSV Eindhoven) que podem desviar Bruma da rota do Dragão.

A proposta dos azuis e brancos pelo jogador formado no Sporting CP ronda os 10 milhões de euros, contudo, o RB Leipzig pede mais dinheiro pela transferência do português e os próximos dias serão decisivos para que o negócio se possa consumar, seja com o FC Porto ou com os restantes clubes interessados.

Caso chegue à cidade Invicta, Bruma vem ocupar o papel deixado por Brahimi. O lado esquerdo do ataque ficaria entregue ao internacional português de 24 anos e os adeptos portistas poderiam esperar muita técnica, velocidade e explosão nas jogadas de Bruma. Mesmo não tendo a capacidade de drible que Brahimi tinha, Bruma é um jogador que pode dar muitas dores de cabeça à defesa adversária e decidir jogos. Nesta época, embora não tenha sido titular, realizou 27 jogos tendo feito três golos e dando a marcar outros três.

O Bola na Rede decidiu analisar as cinco últimas épocas de Brahimi e Bruma, de forma a alcançar um veredito neste Frente a Frente.

Brahimi ultrapassa Bruma em todas as estatísticas nos últimos cinco anos
Fonte: Bola na Rede

Brahimi é um jogador mais maduro e tem mais jogos nas últimas cinco épocas que Bruma, por quase sempre ter competido nas provas da UEFA pelo FC Porto e por estar na luta por todos os títulos a nível interno. Visto que o argelino joga num clube que está em todas as frentes em Portugal, este consegue marcar mais golos e fazer mais assistências, pois apenas enfrenta tubarões europeus nas competições internacionais. Apesar de Bruma ter estado no Galatasaray SK (onde fez a melhor época), que luta pelo campeonato turco, os restantes dois clubes foram a Real Sociedad de Fútbol e o RB Leipzig, que enfrentam algumas dificuldades contra os grandes e não têm equipas que possam competir pelo campeonato, tendo assim influência na estatística.

Veredicto: Brahimi, pela magia que espalha em campo e pelo seu contributo que deu ao FC Porto, é já um jogador “feito” e a aposta no argelino foi uma aposta certa, embora não tenha tido o retorno financeiro esperado. No entanto, foi um jogador que já decidiu imensos jogos, por isso a nível futebolístico teve um imenso retorno. Bruma, ainda está um patamar abaixo, mas podia ser um bom jogador para substituir o argelino visto que ainda tem margem de progressão e pode jogar numa equipa candidata ao título.

Foto de Capa: Bola na Rede

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários