Dizem que de treinadores de bancada está o futebol cheio, mas a verdade é que até para ter esse estatuto nos dias de hoje poderá ser necessária uma formação. Haverá melhor exemplo inspirador que o FC Porto nesta edição da Primeira Liga? Certamente que não, uma vez que os dragões, depois de muito batalharem, conseguiram aquilo que queriam – o título de campeão nacional.

Apesar desta época ter tido um final feliz nem sempre foi um conto de fadas para os azuis e brancos e os seus adeptos. Na primeira jornada, após a derrota frente ao Gil Vicente FC por 2-1, ninguém diria que aquele FC Porto iria ser campeão nacional. Não esquecendo a humilhante derrota contra os russos do FK Krasnodar no Estádio do Dragão que resultou na eliminação precoce da Liga dos Campeões. A distância de sete pontos para o primeiro classificado à jornada 17 quase nos fez atirar a toalha ao chão. Mas o FC Porto tem o espírito da cidade Invicta incutido em qualquer jogador, em qualquer adepto e em qualquer treinador que por lá passa. Eis os cinco passos que deverá seguir à regra para ser campeão, caso um dia treine alguma equipa do principal escalão em Portugal ou seja amante do Football Manager.

1
2
3
4
5
6
Artigo anteriorAntevisão GP Hungria: É a Mercedes, e não é só a equipa…
Próximo artigoAntevisão GP Espanha: É desta, Fabio?
Desde criança a colecionar cromos e recortes de jornais de vários jogadores até às longas carreiras nos videojogos no seu clube do coração, foram muitas as alegrias que o desporto rei lhe proporcionou. Assume ficar fulo quando não consegue acompanhar um jogo da equipa da cidade Invicta, mas no que toca a tudo o que acontece à volta do seu clube sente a obrigação de estar sempre atualizado. Estuda Ciências da Comunicação e é através da escrita que se prefere expressar.                                                                                                                                                 O Tiago escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.