fc porto cabeçalho

Olhando para o título deste artigo e tendo em conta que este texto diz respeito ao FC Porto é fácil concluir que esta semana vou focar-me nos Dragões Diários. A newsletter diária que faz parte da “espécie” de estratégia de comunicação que o FC Porto tem apresentado é uma inimiga para os árbitros que vão cometendo erros contra os Dragões.

Antes de mais e na minha opinião, os Dragões Diários são nada mais do que um fracasso. A direção do FC Porto apontou a sua estratégia de comunicação na direção errada e a verdade é que merecemos mesmo ser alvo de chacota pelos nossos rivais por causa dessa decisão. Confesso que até os comunicados de Bruno de Carvalho me parecem mais eficazes e mais lúcidos do que a estratégia de comunicação que a equipa da invicta tem apresentado.

É triste notar que Jorge Nuno Pinto da Costa ainda é o máximo representante dos Dragões e ter a consciência de que o presidente mais vitorioso da história de futebol perdeu aquela “manha e arrogância” que o caracterizava. Invés disso preferiu abdicar do seu forte poder de influência e comunicação e decidiu transmiti-los para certos fulanos sem poder de influência. O que se vê são farpas (muitas vezes com razão) totalmente ineficazes.

Uma vez que nos deparamos com erros cada vez mais sucessivos e com a óbvia falta de eficácia desta estratégia de comunicação, é mais importante do que nunca sentir a presença diária de pessoas ligadas à direção que desse voz a este desagrado. Já que o próprio presidente, até a falar de transferências tem parecido confuso, era importante que alguém da SAD viesse reforçar a posição do FC Porto contra os sucessivos erros. Afinal, pertencer a um clube com o estatuto dos Dragões não serve só para aparecer nas galas, posar para as fotografias e dar a cara nos bons momentos da equipa.

Anúncio Publicitário

Com isto, não pretendo afirmar que é por causa da arbitragem que a equipa azul e branca se apresenta no 2.º lugar do campeonato, em maus lençóis na liga dos campeões e eliminada da prova rainha do futebol português. Muito pelo contrário. Apenas quero reforçar que o FC Porto tem sido o clube mais prejudicado dos três grandes muito devido à inércia da direção. Citando José Maria Pedro: “Enquanto fomos bons rapazes sempre fomos comidos”.

É tempo de abolir com Dragões Diários que nada representam a identidade do clube e reaparecer nos momentos menos bons da equipa para denunciar certas situações escandalosas que vão penalizando sempre o mesmo. É lamentável que em menos de cinco anos, ter perdido aquela que era a estrutura mais forte do campeonato e reparar que até uma estrutura composta por Octávio Machado e Bruno de Carvalho parece mais forte e ter uma comunicação mais eficaz.

Já é altura de deixarem de ser bons rapazes…

Foto de capa: FC Porto