fc porto cabeçalho

Este é um nome inegável no dia-a-dia portista. Poucos são os que desconhecem o jovem portista, fruto da sua tremenda qualidade.
Recentemente convocado para o Mundial Sub-20, tendo sido um dos melhores jogadores da equipa das quinas na competição, começa desde já a despertar a atenção de vários tubarões europeus. Barcelona, Real Madrid, Chelsea, Manchester United e Manchester City já surgiram associados ao jovem lateral dos dragões. Nomeado para o prémio Golden Boy, está em clara ascensão no panorama nacional e internacional.

Jogador muito completo, que se destaca no balanceamento ofensivo sem comprometer a parte defensiva que lhe é pedida.
Lopetegui chamou-o aos treinos da equipa principal com 16 anos de idade, o que demonstra já atenção e reconhecimento da sua qualidade.

Fonte: FC Porto
Fonte: FC Porto

Este ano, e após ter sido campeão de juniores na época passada, fez já três jogos na equipa B portista onde está confirmado para a próxima época. Saltar etapas é habitual no jogador natural de Braga que, o ano passado, venceu o Europeu Sub-17 por Portugal e dois meses depois foi chamado ao Europeu de sub-19.
Referiu em entrevista recente que o FC Porto «é o meu clube e é onde quero chegar. Espero ajudá-lo ao mais alto nível. O meu objetivo é chegar à equipa principal e este ano não foge à regra. Espero que o Sérgio Conceição ajude o clube. Eu, se tiver oportunidade, vou certamente ajudar.”
Com a saída iminente de Layún e possivelmente de Maxi Pereira, esta revela-se uma excelente alternativa, à luz da aposta em Rúben Neves, André Silva ou Rui Pedro, tendo o FC Porto beneficiado com a aposta em jovens da formação, aposta feita de maneira estruturada e pensada.

Um jogador a reter e a ter em atenção num futuro muito próximo, porque, com certeza, e se não sair antes, irá dar muitas alegrias ao FC Porto e respetivos aficionados.

Anúncio Publicitário

Foto de Capa: FC Porto

Artigo anterior10 melhores golos da Champions 16/17
Próximo artigoA Doutrina de Ederson
Eterno apaixonado por futebol, tem no Porto a sua eterna paixão. A atualidade desportiva faz parte da sua génese, lendo desde muito novo os jornais desportivos cuja leitura o avô lhe incutia. Vê jogos de futebol com o seu pai desde os três meses de idade (de pequenino é que se torce o pepino). Joga futebol e futsal com os amigos sempre que pode. Tem também pelo ciclismo um apreço especial. Fora de Portugal é adepto incondicional do Tottenham Hotspur e do Real Madrid.                                                                                                                                                 O Telmo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.