O FC Porto defrontará este domingo, 24 de Novembro, o Vitória FC, a contar para os dezasseis avos de final naquele que é o regresso da equipa azul e branca às competições, 12 dias depois da vitória frente ao Boavista FC.

Na última ronda, os dragões eliminaram o SC Coimbrões com um resultado gordo – 5-0 ditou o marcador final. Já os sadinos, antes de chegar a esta fase, também ganharam com uma “mão cheia de golos”. O resultado foi, igualmente, 5-0, mas a partir desse jogo, só conseguiram uma vitória em quatro jogos, também em casa do Boavista FC.

A turma de Sérgio Conceição já defrontou o Vitória FC esta época, treinado outrora por Sandro Mendes. No passado dia 11 de Novembro, Júlio Velázquez foi apresentado como o novo “timoneiro” do clube de Setúbal, ele que já teve experiência em Portugal, tendo representado o Belenenses SAD em 2015/2016 e na primeira metade da época de 2016/2017.

A sua última experiência foi na época passada na Udinese Calcio SpA, conseguindo apenas duas vitórias em 13 jogos. O último jogo entre as duas equipas acabou numa goleada por 4-0 no Estádio do Dragão, à segunda jornada da Primeira Liga. Zé Luís foi, sem sombra de dúvida, o homem do jogo. Saiu aos 78 minutos com um hat-trick “no bolso” e ainda houve espaço lá para levar a bola para casa. O outro golo foi marcado por Luis Díaz, que também brilhara, com um golo e uma assistência.

À exceção de Mbaye, estes serão, muito provavelmente, o conjunto de jogadores a entrar em campo no domingo
Fonte: FC Porto

Esta foi das vitórias mais expressivas do FC Porto até ao momento na presente época e das derrotas mais duras para o Vitória FC. A verdade é que a equipa do Sul só perdeu mais duas vezes, com o SL Benfica e com o Rio Ave FC, e apenas por margem de um golo. Em 11 jogos realizados no campeonato empatou seis, venceu dois e perdeu três, estando assim na 12.ª posição do campeonato. Mais a norte, a equipa da cidade invicta conseguiu nove vitórias, um empate e uma derrota, ocupando o segundo lugar.

Ambas as equipas vêm de um momento em que tentam encontrar a consistência de resultados e a boa forma. É certo que as duas únicas derrotas do FC Porto foram em jogos da Liga Europa e da Liga dos Campeões, entrando em campo com algum favoritismo.

Contudo, o Vitória FC tem um treinador novo e certamente que os jogadores querem “mostrar” trabalho, podendo ser um facto bastante traiçoeiro para a equipa da casa. Podemos esperar um FC Porto com o onze inicial de segundas opões, de forma a dar oportunidades a quem, regularmente, não tem minutos de jogo. Romário Baró e Sérgio Oliveira não deverão ir a jogo, Pepe ainda fez treino condicionado durante a semana e Fábio Silva encontra-se totalmente recuperado. Do lado do Vitória FC, Frédéric Mendy e André Pedrosa não deverão estar na convocatória do novo técnico espanhol.

Prevê-se um bom ambiente no Estádio do Dragão por volta das 17h30 e espera-se uma boa partida de futebol. O FC Porto tem, certamente, a conquista da Taça de Portugal como um objetivo no final da temporada, enquanto que o Vitória FC, provavelmente, vai querer chegar o mais longe possível na prova.

 

Foto de Capa: FC Porto

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão

 

 

Comentários