Com o campeonato ao rubro, com FC Porto e SL Benfica a dividir a liderança e o favoritismo, nada melhor do que uma pausa para acalmar os ânimos. Com os jogos das seleções e com as respetivas chamadas dos jogadores ao seu país, o campeonato pára, mas as contas continuam a ser feitas, numa altura em que a época se aproxima da fase crucial e decisiva.

Na Seleção Nacional Portuguesa, comandados por Fernando Santos, Pepe e Danilo foram os homens do FC Porto chamados à equipa. Dois nomes que habitualmente fazem parte dos eleitos.

Pepe tem sido uma das referências da defesa portuguesa. Titular indiscutível no Euro 2016, ano em que a Seleção Portuguesa fez história ao levantar o troféu, o luso-brasileiro foi considerado por muitos o jogador mais influente. Os anos passam, e apesar do tempo não ser um posto, a verdade é que Pepe continua a ter a mesmo rapidez e inteligência de se antecipar ao adversário. Apesar do temperamento característico, defende as cores nacionais com paixão e é, possivelmente, uma forte hipótese de ser novamente opção no eixo defensivo, independentemente do colega eleito para o acompanhar.

Pepe tem sido uma das referências do centro da defesa
Fonte: FPF

Já Danilo continua a ter alguma dificuldade em “roubar” o lugar a William Carvalho… ainda assim, e apesar de a posição ser a mesma, as características dos jogadores são bem distintas. A rapidez de Danilo diferencia-o e a forma rápida com que recupera a posição são dois pontos favoráveis para ser opção. Ainda assim, há mais jogadores para a mesma posição e a concorrência é cada vez maior. No entanto a qualidade individual de Danilo é incontestável.

Com a seleção nacional a tentar defender a conquista do Europeu, ambos podem ser opção para os dois jogos da fase de qualificação, frente à Ucrânia e Sérvia.

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários