Fábio Cardoso chegou à cidade Invicta neste mercado de verão e, até ao momento, não teve qualquer minuto de jogo oficial, nem sequer nos jogos de pré-epoca dos dragões.

O defesa central, de 27 anos, custou cerca de 2,2 milhões de euros aos cofres dos azuis e brancos, tendo um contrato válido por cinco temporadas, até 2026.

Todos os reforços desta temporada, até o recém-chegado Wendell, já tiveram minutos na equipa principal.

O caso de Fábio Cardoso é tão enigmático que não foi convocado para nenhum jogo do campeonato até ao momento, ou seja, o defesa central proveniente do CD Santa Clara, nem sequer no banco de suplentes esteve.

Anúncio Publicitário

A meu ver, há apenas duas explicações possíveis para a ausência de Fábio Cardoso nas opções até então: não tem ainda a qualidade suficiente para integrar o onze titular do FC Porto, e tratou-se apenas de uma contratação a pensar no futuro, ou o jogador foi uma contratação “falhada”, isto é, não cumpriu o que Sérgio Conceição esperava.

É uma questão cuja resposta apenas o treinador e a sua equipa técnica sabem. Já estamos a caminho da quinta jornada do campeonato, e o adepto portista pergunta o porquê de “gastar” 2,2 milhões num jogador que nem sequer joga?

É nestes momentos que devemos ir buscar respostas e exemplos ao passado.

Recordemos o caso de Mbemba, hoje um titular indiscutível na equipa principal – custou cerca de seis milhões de euros e, apenas na segunda metade da segunda época de dragão ao peito, começou a ser opção no onze titular do FC Porto.

Assim como Fábio Cardoso tem uma concorrência fortíssima para o seu lugar (Pepe, Mbemba e Marcano), Mbemba quando chegou ao Dragão tinha como concorrentes, na sua primeira época, Felipe e Éder Militão, e na sua segunda época, Pepe e Marcano.

Fábio Cardoso FC Porto Mbemba
Chancel Mbemba assumiu apenas um astuto de jogador importante já na sua segunda época no FC Porto. Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Com isto, quero dizer que, assim como Mbemba soube esperar pelo seu tempo, assim o deve fazer também Fábio Cardoso.

Independentemente dos planos de Sérgio Conceição, o jogador deve continuar a treinar e esperar por uma oportunidade para mostrar ao treinador, e aos adeptos, de que veio para jogar e ser opção.

Fábio Cardoso FC Porto
Fábio Cardoso assumiu um papel de grande importância, como capitão, ao serviço do Santa Clara.
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Na minha ótica, é um central cujas características encaixam perfeitamente no ADN portista: com 1,86m de altura é veloz, agressivo e é daqueles jogadores que, quando veste uma camisola, dá tudo em campo pela equipa.

Pode demorar o tempo que for, todavia arrisco-me a dizer que, mais tarde ou mais cedo, Fábio Cardoso vai figurar no onze titular.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome