Fábio Silva, o menino de 17 anos que joga junto dos “grandes”, terá estado, certamente, felicíssimo nos últimos meses da sua carreira. Só no ano de 2019 conquistou a Youth League pelos sub-19 do FC Porto frente ao Chelsea FC, estreou-se como sénior pelo FC Porto frente ao Gil Vicente FC (jogo esse que os dragões acabaram por perder) e estreou-se também nas competições europeias, nomeadamente na Liga Europa. Ainda lhe falta o primeiro golo pela equipa principal portista, mas pode estar para breve. Isto, porque o jovem jogador natural de Rio Tinto tem sido, maioritariamente, suplente utilizado de Sérgio Conceição, tendo já sido titular frente ao CD Santa Clara.

No entanto, o último jogo de Fábio Silva, que ocorreu na passada sexta-feira, pela seleção nacional frente à Itália, será também um momento a não esquecer na carreira da jovem promessa azul e branca. Foram necessários apenas 44 segundos para o ponta de lança do FC Porto fazer o gosto ao pé e inaugurar o marcador. Após a bola bater no poste, Fábio teve tempo para tudo e conseguiu enviar a bola colocada para dentro das redes da baliza da seleção italiana.

Fábio Silva é o jovem português com um dos futuros mais promissores no panorama nacional e internacional
Fonte: FPF

O segundo golo surgiu antes do jogo somar dez minutos e após assistência do lado direito do ataque, Fábio surge desmarcado entre os centrais e atirou de cabeça, sem hipóteses para o guarda-redes. Presumia-se, nessa altura, que Fábio Silva faria história naquele jogo, até que, ainda antes do intervalo e já com o resultado em 3-0 (com o terceiro golo a pertencer a Umaro Embaló), Fábio faria o hat-trick perfeito. A bola sobra para o jovem avançado, que, já bem perto da pequena área, remata de forma colocada com o pé esquerdo. Em menos de 45 minutos, o jovem português brilhara pela seleção portuguesa de sub-19. De realçar que Fábio tem apenas 17 anos e joga já dois escalões acima em relação à sua idade.

Após o jogo e em entrevista à comunicação social, Fábio afirmou que este momento de boa forma na seleção nacional se deve ao trabalho realizado no FC Porto e que a sua integração está a ser muito positiva, querendo ajudar ainda mais, quer os dragões, quer a seleção nacional. Também Levi Faustino e Francisco Meixedo foram titulares, e Tomás Esteves saiu do banco para entrar na partida.

Fábio Silva fará, muito provavelmente, o seu próximo jogo a titular frente ao SC Coimbrões, a contar para a Taça de Portugal, e poderá, finalmente, fazer o seu primeiro golo pela equipa sénior.

Foto de capa: FPF

Artigo revisto por Joana Mendes

Comentários