Anterior1 de 3Próximo

O FC Porto venceu o Galatasaray por uma bola a zero, em jogo a contar para a segunda jornada do grupo D da Liga dos Campeões. Marega teve cabeça para dar a vitória aos azuis e brancos, que ultrapassaram assim os turcos na frente da tabela.

O Dragão vestiu-se de gala para receber o primeiro jogo europeu da época. O FC Porto recebeu os turcos depois de empatar a uma bola na primeira jornada, na deslocação a Gelsenkirchen, e em caso de vitória assumia a liderança do grupo. No onze inicial, duas novidades relativamente ao encontro de sexta-feira, frente ao CD Tondela: Danilo voltou à titularidade no meio campo, enquanto que na frente entrou Corona, depois da lesão de Aboubakar o ter afastado da competição. Assim, Sérgio Conceição fez a equipa alinhar num 4-3-3, com Herrera, Otávio e Danilo no meio campo e o ataque com Brahimi e Corona nas alas e Marega na frente. Quanto ao Galatasaray, dois regressos à invicta. Fernando e Maicon alinharam de início no onze de Fatih Terim e voltaram a pisar o relvado de uma casa que já conhecem bem.

E se os primeiros aplausos da noite foram para a entrada em campo dos azuis e brancos, os primeiros assobios foram mesmo para Maicon. Toda a polémica que envolveu a saída do central brasileiro não foi esquecida pelos adeptos, que fizeram questão de o demonstrar a cada toque na bola. Dentro das quatros linhas, pertenceu ao Galatasaray AS o primeiro remate do encontro, que acabou por sair fraco e à figura de Casillas. O FC Porto respondeu com um cabeceamento por cima de Marega, mas o primeiro momento de perigo foi mesmo para os turcos. Sinan Gumus apareceu na área para finalizar o cruzamento de Onyekuru e valeu Maxi Pereira para afastar a bola e evitar o golo.

A resposta do FC Porto chegou à passagem do minuto 25, com Muslera a negar o primeiro do jogo a Brahimi. Corona trabalhou na direita do ataque e cruzou para a área, onde apareceu o argelino que, com um remate à meia volta, teve nos pés a melhor ocasião da equipa até esse momento. A dois minutos dos 40’, nova investida turca e duas boas ocasiões para abrir o marcador. Primeiro valeu Casillas a fazer a mancha ao remate de Nagatomo e, logo de seguida, foi a vez de Onyekuru voltar a ameaçar, com um remate forte à malha lateral.

O intervalo não chegou sem nova oportunidade para os visitantes e sem mais uma gigante intervenção de Casillas. Otávio perdeu a bola numa saída para o ataque e Sinan Gumus aproveitou para voltar a aparecer na cara do guarda-redes espanhol que, com o pé, voltou a impedir a desvantagem na partida.

Ao intervalo, valia ao FC Porto Iker Casillas, que por duas vezes negou o golo certo aos turcos
Fonte: FC Porto

E se os turcos saíram por cima para o descanso, os dragões entraram a vencer na segunda parte. À passagem do minuto 49 Alex Telles bateu um canto na esquerda e, de cabeça, Marega apareceu na área para o primeiro golo europeu no Dragão. Estava feito o 1-0. O Galatasaray AS procurou dar uma resposta, mas o perigo voltou a pertencer ao FC Porto. Após cruzamento de Brahimi novamente pela esquerda do ataque, o mexicano rematou de primeira para a defesa de Muslera, ao minuto 66.

Dez minutos depois Rodrigues apareceu em boa posição para reestabelecer a igualdade, mas apenas com Casillas pela frente atirou por cima. Gumus também podia ter feito o empate, mas cabeceou ao lado após livre do ex-portista Maicon. Com os turcos a tentarem o golo, Marega podia ter sentenciado a partida ao minuto 83. André Pereira isolou o maliano com um passe a rasgar a defesa, mas Muslera conseguiu evitar o segundo do encontro.

André Pereira podia também ter contribuído para uma vantagem mais dilatada, já em cima dos 90, mas o resultado acabou mesmo por não se alterar. Com esta vitória o FC Porto soma quatro pontos e ascende ao primeiro lugar do grupo, deixando para trás os turcos, com os três pontos conquistados frente ao Lokomotiv.

Onzes iniciais

FC Porto: Casillas, Maxi Pereira, Felipe, Éder Militão, Alex Telles, Otávio (André Pereira, 79’), Danilo, Herrera (Sérgio Oliveira, 88’), Corona (Óliver, 69’), Brahimi e Marega

 

Galatasaray AS: Muslera, Nagatomo, Serdar Aziz, Maicon, Linnes, Belhanda (Feghouli, 73’), Donk (Inan, 68’), Fernando (Yunus Akgun, 84’), Rodrigues, Onyekuru e Sinan Gumus

Anterior1 de 3Próximo

Comentários