cabeçalho fc porto

Sim, tu! És um grande palerma e extremamente ridículo. Queres que te explique porquê? Porque nem para ti és bom. Tantas vezes se diz por aí que o FC Porto é dos adeptos e não do fulano ou do sicrano que por lá passam. Então porque é que os adeptos se alheiam por completo da responsabilidade pelos maus resultados? Perdão, porque é que tu te alheias dessa responsabilidade? O FC Porto também não és tu? Ou só és do FC Porto quando o clube ganha?

Tem sido gritante e repudiável a tua falta de apoio. Os assobios constantes têm sido bastante penalizadores para a equipa. O que é que fazes quando vês a tua casa a arder? Sopras? Atiças o fogo? Caramba… É assim tão complicado perceber que os assobios já prejudicam mais do que ajudam? Eu percebo que no norte, na grande cidade do Porto, não há lugar para meninos. Há lugar para homens e homens não se fazem com palavras bonitas e palmadinhas nas costas. Fazem-se, sim, através de críticas duras e de uma leve desvalorização do trabalho de forma a “picar” os jogadores. O que tu, leitor, não consegues entender é que os jogadores são diferentes e não reagem todos da mesma forma. Aqueles que têm uma personalidade forte poderão conseguir levantar-se através de palavras duras; contudo, também existem aqueles jogadores que precisam quase sempre de uma palmadinha nas costas.

Um 12.º jogador que só estorva? Fonte: Blog Dragon Tour
Um 12.º jogador que só estorva?
Fonte: Blog Dragon Tour

Há, porém, um grande problema. Quando os resultados não aparecem, torna-se complicado para o treinador levantar a moral da equipa se não tiver o apoio do público. Atenção, eu também quero o Lopetegui dali para fora o mais rápido possível! Mas tu também tens de perceber que, por vezes, deves deixar as palavras duras de lado e colocar-te lado a lado com a pessoa que precisa de ti. Se as coisas lhe correm mal ela não precisa de que estejas contra ela. E não é por tu lhe dizeres que ela precisa de mudar que ela vai mudar. Ela precisa, acima de tudo, de sentir que estás ao lado dela. É aí que começa a transformação.

Quero partilhar algo contigo. Após a vitória sobre a Académica, o treinador dos estudantes afirmou que “a estratégia passava por colocar os sócios do FC Porto contra a equipa, enervar o adversário (…)”. Consegues perceber o que quero dizer quando dizes que és um palerma e que nem para ti (nem para o FC Porto) és bom? Eu tenho mais argumentos se precisares… Vamos lá deixar os treinadores adversários em paz e assumir o papel de um jogador de futebol. Após a saída de Nuno Espírito Santo do comando do Valência, Rodrigo disse isto: “Quando referi o mau ambiente referia-me à relação dos adeptos com o treinador. Era evidente que as pessoas não estavam satisfeitas com o treinador anterior. Acontecesse o que acontecesse, as pessoas pediam a sua saída. Quando tens de jogar, essa situação não é fácil, porque o treinador é o que comanda o barco, e tínhamos de jogar sob pressão; não era fácil jogar em casa com esse ambiente.”. É preciso dizer-te mais alguma coisa ou já percebeste quão palerma és?

Calem-se, por favor… Apoiem a equipa! Fonte: FC Porto
Calem-se, por favor… Apoiem a equipa!
Fonte: FC Porto

Não, eu também não gosto do treinador. Sim, eu também o acho incapaz. Mas o treinador não é o último culpado. É também a direção, a equipa técnica, os jogadores, e também os adeptos! Confesso-te que, quando vi o FC Porto empatado com o Rio Ave ao intervalo, acreditei que aí pudesse residir o ponto de viragem dos nossos resultados menos positivos. Acreditei que aquilo que os Super Dragões disseram no comunicado pudesse ter efeito e que tu pudesses começar a apoiar a equipa. Mas não… Continuaste a assobiar. Achas que foi bom para o estado anímico de uma equipa que sentia que tudo lhe corria mal? Acabou por correr. Sim, empatámos! E no final do jogo… Só no final do jogo tinhas direito a criticar a equipa, a assobiar, a levantar os lenços brancos. Só no final, quando já não há nada a fazer! Se continuas a achar que fazes bem, desculpa-me. Desculpa-me por achar que tens capacidades para perceber que és um palerma e por te fazer perder tempo a ler esta crónica.

Para finalizar, caro leitor, queria apenas desculpar-me pelo facto de te ter feito ler este artigo. Podes muito bem ser um mero adepto que gostava muito de ir ao estádio apoiar a equipa mas não consegue. Ou podes ser daqueles que continuam a ir ao estádio apoiar mas que são abafados pelo coro de assobios. Contudo, se és mesmo um daqueles adeptos que continua a assobiar a equipa jogo após jogo… Não peço desculpas nenhumas! É que tu és mesmo um palerma!

Foto de capa: FC Porto

Comentários