spot_img

    FC Porto 4-1 FC Famalicão: Vitória convicta na invicta

    A CRÓNICA – SHOW DE GALENO NA VITÓRIA DO FC PORTO

    Após o empate surpreendente no Jamor frente ao Casa Pia AC na 15.ª jornada da Liga Portuguesa, os campeões nacionais receberam o FC Famalicão com o objetivo de se aproximarem do primeiro lugar, depois do SL Benfica empatar com o Sporting CP, em casa.

    Já os famalicenses, comandados por João Pedro Sousa, chegaram ao dragão com os níveis de confiança muito elevados, com duas vitórias nos dois últimos duelos da Liga.

    Os dragões entraram com consciência que não podiam perder pontos nesta jornada e aos 40 segundos, Uribe, faz o primeiro remate para uma defesa algo atrapalhada de Luiz Júnior, deixando o aviso de que o FC Porto não estava para brincadeiras. A vontade de chegar ao primeiro golo acabou por ser recompensada aos nove minutos, com o golo de Galeno, após uma grande jogada coletiva, desde a primeira fase de construção. De realçar a assistência de Toni Martinez.

    Ao alcançar a vantagem, o FC Porto soube controlar todas as ações do jogo chegando mesmo ao segundo golo da partida aos 21 minutos, após, mais uma jogada insistente de João Mário pela direita e na recarga depois do remate de Uribe, Galeno bisa e dilata o resultado. O FC Famalicão apesar de se encontrar com dois golos de desvantagem, não deixou de procurar atacar a baliza de Diogo Costa, fosse em contra-ataques ou ataques rápidos, principalmente pelo lado esquerdo por Ivan Jaime, que vive um grande momento de forma, e Francisco Moura.

    O golpe “final” que tiraria a esperança dos famalicenses, viria a 3 minutos do fim da primeira parte com um remate fora de área de Otávio, depois de mais um lance de desorganização defensiva dos famalicenses e o internacional português a não perdoar após a assistência de Galeno.

    Na segunda parte e com o jogo controlado, o FC Porto não deixou de atacar e foi recompensado logo aos 48 minutos com o grande cabeceamento do goleador da equipa, Mehdi Taremi. Destaque para o cruzamento açucarado de João Mário. Sem baixar os abraços, o FC Famalicão foi recompensado quatro minutos depois, com o golo de honra de Rui Fonte.

    Até ao final do encontro foram várias as oportunidades criadas pelo FC Porto para dilatar o resultado, fosse por Galeno, Pepê ou até mesmo Eustáquio. Ocasiões que não foram concretizadas, deixando o resultado em 4-1 para os dragões que assim regressam às vitórias no campeonato.

    Com esta vitória o FC Porto termina a 16ª jornada no terceiro lugar da tabela classificativa com 36 pontos, já o FC Famalicão situa-se na décima terceira posição, à condição, com 17 pontos.

    A FIGURA

    Galeno FC Porto
    Fonte: DIogo Cardoso/BnR

    Galeno Com a participação direta em três dos quatro golos do jogo, o brasileiro chega a esta fase da temporada num grande momento de forma. Sempre a romper pela esquerda, o velocista dos dragões foi um autêntico «quebra-cabeças» para a defesa do FC Famalicão.

    O FORA DE JOGO

    O português do Famalicão  seria a opção ideal para o SL Benfica
    Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

    Gustavo AssunçãoO médio dos famalicenses não esteve em bom plano. Muitas perdas de bola em zonas proibidas, uma delas que deu o terceiro golo do FC Porto. Pouca agressividade e dinamismo, refletiram aquela que foi a pior exibição de Gustavo Assunção na atual temporada ao serviço do FC Famalicão, sendo mesmo substituído ao intervalo.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Sem margem para errar | FC Porto x FC Vizela

    Primeira Liga, 19.ª jornada: domingo, 18h00, 5 de fevereiro...

    José Mourinho explica porque não utiliza reforço

    José Mourinho deixou algumas criticas a Ola Solbakken, atleta...

    Rúben Amorim elogia Diomandé e confirma a sua convocatória

    Rúben Amorim abordou o começo de Diomandé no Sporting,...

    Bayern confirma nega a Cristiano Ronaldo

    O diretor desportivo do Bayern de Munique confirmou que...

    Luís Campos fala sobre Messi e Neymar

    Luís Campos, em declarações ao Téléfoot, abordou o futuro...
    Miguel Costa
    Miguel Costa
    Licenciado em Jornalismo e Comunicação, o Miguel é um apaixonado por desporto, algo que sempre esteve ligado à sua vida. Natural de Santiago do Cacém, o jornalismo desportivo é o seu grande objetivo. Tem sempre uma opinião na “ponta da língua”, nunca esquecendo a verdade desportiva. Escreve com acordo ortográfico.
    0 0 votes
    Article Rating
    Subscribe
    Notify of
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Bola na Rede