Anterior1 de 3Próximo

fc porto cabeçalho

Onze do FC Porto: Gudino, Fernando Fonseca, Jorge Fernandes, Chidozie, Inácio, Omar Govea, Francisco Ramos, Fede Varela (Rui Moreira), Galeno (Ruben Macedo), Kayembe (Ismael), André Pereira.

Onze do Portimonense: Ricardo Ferreira, Ricardo Pessoa, Ivo Nicolau, Brendon (Gustavo), Sarpong, Pedro Sá, Ewerton (Marafa), Paulinho, Tabata (Chidera), Fabrício, Pires

Um jogo entre duas das equipas com objetivos distintos na tabela: o FC Porto procura somar pontos com o objetivo de assegurar a manutenção, já o Portimonense tem nesta fase a subida de divisão praticamente assegurada mas o título de campeão é um objetivo.

Uma primeira parte equilibrada com uma ligeira superioridade do FC Porto, que usufruiu das melhores situações para inaugurar o marcador com Galeno e Francisco Ramos a desperdiçarem excelentes ocasiões de golo.

O início da segunda parte não podia ser melhor para o FC Porto, que chegou ao golo logo no primeiro minuto. Um golo com alguma sorte à mistura, um remate de Galeno que desviou em Ivo Nicolau e só parou no fundo da baliza. Uma sorte que o FC Porto fez por merecer.

Durante o resto da partida o domínio foi repartido, com as duas equipas a terem oportunidades para chegar ao golo. Uma vitória que assenta bem ao FC Porto que, com estes três pontos, respira um pouco melhor na tabela classificativa.

Anúncio Publicitário

Este Portimonense é, claramente, uma equipa de Primeira Liga: muita qualidade no plantel, muitas opções, penso mesmo que tem um melhor plantel do que algumas equipas da Primeira Liga Portuguesa. Voltará ao principal escalão do Futebol Português e, certamente, com o título da Ledman LigaPro.

Artigo revisto por: Diana Martins

Foto de capa: FC Porto

Anterior1 de 3Próximo

Comentários