Joga-se, esta quinta-feira, a cartada final para os clubes portugueses na Liga Europa, competição para a qual o FC Porto irá enfrentar o Feyenoord Rotterdam, referente à sexta jornada do grupo G.

Os dragões chegam a esta fase com boas perspetivas de seguir em frente, algo que não era tão claro antes do desafio em Berner contra o BSC Young Boys. É de referir que os azuis e brancos ocupavam o último posto do grupo e um resultado que não fosse a vitória colocaria os pupilos de Sérgio Conceição fora da luta pelo apuramento. No entanto, passado duas semanas, o cenário é claramente mais animador, uma vez que o emblema nortenho só depende de si mesmo para confirmar a sua presença nos 16 avos de final, assim como ainda continua a sonhar com a conclusão do grupo no primeiro lugar. A partida dará o seu apito inicial pelas 20:00h, no Estádio do Dragão, com a supervisão do árbitro Deniz Aytekin.

Apesar disto, é preciso referir que ainda nada está garantido e que a luta continua renhida pelos dois primeiros lugares à luz do que se tem verificado desde o início. De referir, também, uma curiosidade interessante, ou seja, todos os envolvidos ainda têm hipótese de passagem à próxima fase. Atualmente, o The Rangers FC encontra-se na liderança com 8 pontos, de seguida está o FC Porto com 7 pontos, os mesmo que o BSC Young Boys apresenta e por último estão os holandeses com apenas 5 pontos.

SE OS DRAGÕES TRIUNFAREM, ESTA VITÓRIA PODE VALER-TE 13€ POR CADA 10€ APOSTADOS. SE ACREDITAS NO TRIUNFO DO FC PORTO, TENS AQUI UMA OPORTUNIDADE!

Na Holanda, o FC Porto somou o seu primeiro desaire europeu, o outro foi na Escócia, por 2-0. Uma partida que foi algo ingrata para os portistas, que se exibiram a um nível que era mais do que suficiente para trazer um outro resultado para Portugal. Embora, tenha havido uma maior supremacia por parte do vice-campeão nacional, já que dispuseram de várias oportunidades de golo, também não é mentira salientar a facilidade com que a equipa holandesa conseguiu entrar no meio campo defensivo dos dragões, algo que Sérgio Conceição, certamente, quererá ver retificado.

Os dragões encontram-se na máxima força para esta partida, como se comprova com o regresso de Romário Baró
Fonte: FC Porto

Agora, espera-se um domínio mais efetivo por parte do FC Porto, já que atua diante dos seus adeptos, além de que esta partida, à semelhança da última, tem um caráter decisivo. Desta forma, os dragões não deverão variar muito do onze que apresentaram no estádio do Jamor, frente ao Belenenses-SAD, referente à 13º jornada da Liga NOS, que acabou com um empate a uma bola. Com efeito, Marchesin deve assumir a baliza, com o quarteto defensivo a manter-se, ou seja, com Manafá e Alex Telles nas alas e Pepe juntamente com Marcano no eixo da defesa. Mais à frente, no meio campo, Danilo e Loum também deverão fazer dupla no “miolo”.

Com isto, a dúvida será na composição do ataque, já que Sérgio Conceição pode preferir por manter a estrutura base ou então pode tentar ser mais audaz na sua abordagem e conceder a titularidade ao colombiano Luís Diaz, em vez de Otávio, e assim assumir uma formação ainda mais ofensiva.

Outra dúvida que se levanta é a questão de Soares/Zé Luís. Aqui, dependerá muito do que o FC Porto pretenderá numa primeira fase de pressão e também da profundidade que quer implementar na transição ofensiva. Por um lado, caso queira ter uma linha de ataque mais pressionante e tentar evitar que o Feyenoord saia a jogar, “Tiquinho” será uma opção a ter mais em conta. Por outro lado, se a formação azul e branca quiser apresentar-se com um jogo mais apoiado, um futebol de pé para pé, mais rendilhado, a titularidade do avançado cabo-verdiano fará mais sentido, se a dinâmica apresentada for pensada como a descrita.

Por conseguinte, não se esperam grandes surpresas do lado do FC Porto, embora a equipa portuguesa já tenha preparado algumas surpresas para alguns dos jogos mais decisivos ou com uma relevância maior desta época, como foi a situação do jogo com o Famalicão, ou então a partida na Suíça. Seja qual for a formação e a dinâmica com a qual os dragões entrarem em campo na próxima quinta, a certeza é só uma, isto é, a par de toda a história que envolve o clube da invicta, o pensamento será apenas um, o da vitória.

Fonte: FC Porto

Artigo revisto por Diogo Teixeira

Comentários