UNS COMBATEM O MAU OLHADO, AMBOS PROCURAM FAZER HISTÓRIA

FC Porto e Vitória SC disputam, nesta quarta-feira, um lugar na final da Taça da Liga, prova que, diga-se, nenhum conjunto conseguiu ainda vencer. Trata-se, portanto, da busca por um lugar na história. Desde que Sérgio Conceição assumiu o leme da equipa portista, os Dragões chegaram sempre a esta fase da prova. Nas duas anteriores sucumbiram da mesma forma. Na primeira época caíram nas grandes penalidades na semi-final frente ao Sporting CP e no ano passado, pela mesma via e frente ao mesmo oponente, caíram numa final que aos 90’ estava ganha.

UMA SURPRESA EM BRAGA PODE DAR-TE A MELHOR APOSTA. A ODD PARA O TRIUNFO DO VITÓRIA SC ESTÁ NOS 3.75 E O EMPATE NOS 3.25. DO QUE ESTÁS À ESPERA?

Trata-se, portanto, de um combate ao mau olhado. Sendo certo que as grandes penalidades são muito mais do que um jogo de sorte ou azar, não é menos verdade que muitas vezes permitem uma maior aleatoriedade na atribuição do vencedor e, não raras vezes, a equipa menos capaz no terreno de jogo durante o tempo regulamentar leva de vencidos jogos e torneios sem grande merecimento (a justiça no futebol vale o que vale). Quanto ao Vitória SC, está pela primeira vez na Final Four da Taça da Liga. É uma das equipas mais emblemáticas do nosso futebol e é, muito provavelmente, o clube que, à exceção dos grandes, conta com uma base social de maior e mais fiel apoio. A fazer uma época bastante interessante, os comandados de Ivo Vieira procuram juntar mais um troféu à sua vitrine, com o aliciante de poderem vir a disputar a final no reduto do seu maior rival, o SC Braga. Os dados estão lançados. Role a bola.

 

COMO JOGARÁ O FC PORTO?

Do FC Porto já não há que esperar grandes surpresas. Sendo um jogo de Taça da Liga é sempre difícil prever o onze inicial, até tendo em conta algumas dúvidas referentes à saúde física de alguns jogadores. No entanto, é expectável que o FC Porto adote a única postura que parece entrar na mente de Sérgio Conceição. Circulação algo lenta e previsível e busca incessante da profundidade através de movimentos de rotura entre o lateral e o central. São movimentos interessantes sempre e quando não se tornem a única arma de assalto à baliza contrária. O FC Porto tem vindo a apresentar uma gritante falta de variabilidade no seu jogo e resta perceber se em algum momento isso mudará.

 

JOGADOR A TER EM CONTA

Fonte: Diogo Cardoso/Bola na Rede

Luis Díaz – O extremo colombiano tem entrado bem a partir do banco e pode fazer a diferença contra uma defesa desgastada do Vitória SC.

XI PROVÁVEL

Diogo Costa; Manafá, Pepe, Marcano, Alex Telles; Danilo, Uribe, Corona, Otávio, Marega e Soares.

 

COMO JOGARÁ O VITÓRIA SC

É uma das equipas mais interessantes do nosso campeonato. Desde a chegada de Ivo Vieira que o futebol da equipa tem sido alegre e interessante de seguir. Normalmente em 4x2x3x1 (transformável num 4x3x3), é uma equipa de posse, com excelente circulação de bola, que envolve os médios e os extremos no jogo interior e com laterais que acrescentam grande largura e verticalidade. Ainda assim, o romantismo, por vezes excessivo, e alguma falta de objetividade no último terço têm impedido a equipa de obter mais pontos e mais vitórias. É uma equipa que há dias, embora derrotada, colocou o SL Benfica em sentido e é expectável que faça o mesmo no jogo frente ao FC Porto.

JOGADOR A TER EM CONTA

Fonte: Diogo Cardoso/Bola na Rede

Davidson – Está a fazer uma das melhores épocas da carreira e ficam na retina os jogos frente ao todo poderoso Arsenal de Londres. Num dia bom pode fazer a cabeça em água ao lateral direito do FC Porto e pode conferir à sua equipa a objetividade que muitas vezes lhe falta. Remate fácil, velocidade e interessante capacidade técnica são os seus principais atributos.

XI PROVÁVEL

Douglas; Vitor Garcia, Tapsoba, Pedro Henrique, Florent; Pepe, André André, Lucas Evangelista; Davidson, Edwards e Leo Bonatini.

Foto de capa: Diogo Cardoso/Bola na Rede

Artigo revisto por Diogo Teixeira

Comentários

Artigo anteriorJogadores que admiro #106 – James Maddison
Próximo artigoDo que precisa este Portimonense SC?
Fervoroso adepto do futebol que é, desde o berço, a sua grande paixão. Seja no ecrã de um computador a jogar Football Manager, num sintético a jogar com amigos ou, outrora, como praticante federado ou nos fins-de-semana passados no sofá a ver a Sporttv, anda sempre de braço dado com o desporto rei. Adepto e sócio do FC Porto e presença assídua no Estádio do Dragão. Lá fora sofre, desde tenra idade, pelo FC Barcelona. Guarda, ainda, um carinho muito especial pela Académica de Coimbra, clube do seu pai e da sua terra natal. De entre outros gostos destacam-se o fantástico campeonato norte-americano de basquetebol (NBA) e o circuito mundial de ténis, desporto do qual chegou, também, a ser praticante.                                                                                                                                                 O Bernardo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.