Termina hoje o mercado de inverno e, apesar de ainda ser possível haver reforços de última hora, é importante avaliar aqueles que já chegaram – que não foram muitos.

Para o setor dianteiro chegou Fernando Andrade, proveniente do Santa Clara. Com ele trazia a ambição de conseguir um lugar na equipa e a fome imensa de marcar o maior número de golos possíveis. Em menos de um mês, o avançado já fez sete jogos e marcou dois golos, um registo interessante para o atleta de 26 anos que tem sido opção de Sérgio Conceição para entrar no decorrer da partida.

Para já sabe-se uma coisa: está de pé quente. Mas há ainda uma outra curiosidade que deixou os adeptos do FC Porto empolgados. Se marcar golos já é um fator positivo, marcar aos principais rivais tem um sabor mais especial.

Fernando Andrade a festejar a vitória do FC Porto diante do Chaves
Fonte: FC Porto

Benfica e Sporting foram as primeiras vítimas do brasileiro que, a contar para a Taça da Liga, marcou aos dois emblemas lisboetas. Tem mira para a baliza e queda para os clássicos. E é precisamente com este registo que o avançado já entrou diretamente para a história do clube, ao tornar-se o primeiro reforço de inverno a marcar em dois clássicos consecutivos. Animador, diria.

O que é certo é que os golos têm sido o culminar do trabalho demonstrado. Apesar de entrar no decorrer das partidas, o jogador tem demonstrado a raça que o treinador procura. Juntar a velocidade à habilidade tem sido uma constante no atleta que tem muito para mostrar, mas que está a conquistar o seu espaço.

Foto de Capa: FC Porto

Comentários