Anterior1 de 3Próximo

O FC Porto deslocou-se à Turquia para unicamente tentar somar mais 2.7 milhões às suas contas e, como é óbvio, cumprir calendário. Para o Galatasaray SK a missão era bem diferente. A vitória assegurava um lugar na Liga Europa, mas do outro lado jogava-se um Schalke 04 – Lokomotiv de Moscovo que decidiam as contas finais do grupo. Missão dada, missão cumprida, o FC Porto ficou mais rico e o “Gala” segue para a Liga Europa, num jogo muito difícil para os azuis e brancos.

Primeiro quarto de hora de partida e foi claramente notório um FC Porto a deixar jogar, exercendo pressão com os jogadores mais adiantados no terreno e a bater bolas longas para o mesmo na tentativa de sair para o contra-ataque. No entanto, as primeiras oportunidades flagrantes pertenceram ao Galatasaray. Casillas defendeu um primeiro remate de Derdiyok e Garry Rodrigues na recarga chuta a bola em direção à baliza, mas Diogo Leite cortou com o braço o que deixou os adeptos da equipa turca a fervilhar. No entanto, o árbitro acabou por assinalar fora de jogo. O FC Porto estava a ser sufocado e Garry Rodrigues, de novo, remata para uma grande defesa de Casillas. Num espaço de três minutos, o “Gala” teve três oportunidades de golo e Derdiyok foi quem saiu pior na fotografia. Após uma jogada brilhante de Feghouli, o ponta-de-lança da equipa turca atirou para fora mesmo em frente à baliza.

Contudo, como diz o ditado – “Quem não marca, sofre”. Herrera sofre falta do lado direito do ataque portista e Alex Telles é chamada à cobrança, batendo para Felipe que aparece sozinho na grande área do Galatasaray desviando para golo. 17 minutos de jogo e o FC Porto está mais perto de receber 2,7 milhões de euros.

Após o golo portista, a equipa da casa acusou muito e o FC Porto consegui controlar o jogo visto que apenas tinham de defender o resultado. O Galatasaray apenas conseguia criar perigo através de bolas paradas.

Até que a quatro minutos dos 45, Hernâni entra na grande área pelo lado esquerdo e ao tentar passar por Mariano, é rasteirado e o árbitro assinala para a marca de penalti. Marega engana Muslera e envia a bola para o meio da baliza, fazendo assim o segundo.
O Galatasaray ainda tinha uma palavra a dizer nesta primeira parte e Garry Rodrigues é derrubado dentro de área por Felipe. Mais um penalti no jogo e o conjunto da Turquia reduz no marcador por Feghouli.

Intervalo na partida e faltavam 45 minutos para o FC Porto poder encaixar ainda mais milhões e terminar a fase de grupos em grande. Já o Galatasaray tinha um longo caminho a percorrer para assegurar o lugar na Liga Europa.

Alex Telles assistiu para o primeiro golo da partida na Turk Telekom Arena
Fonte: FC Porto

Na segunda parte o Galatasaray entrou com outro ritmo e de minuto a minuto parecia crescer cada vez mais no jogo. Garry Rodrigues recebeu de Derdiyok e remata sem força, testando apenas a atenção de Iker Casillas. De seguida foi Onyekuru que enviou a bola para a bancada após um passe chave de Feghouli.

E a história acaba por se repetir. Tanto que o Galatasaray ameaçou que os Dragões acabam por marcar. Hernâni liga o turbo e chega até à pequena área onde assiste para o remate de Sérgio Oliveira que faz o terceiro para a turma de Sérgio Conceição.

O Galatasaray não desiste e continuava a ameaçar o segundo e acabou mesmo por marcar. Ao minuto 59 Derdiyok fez um falhanço terrível chegando a ser assobiado pelos próprios adeptos. Para se redimir, seis minutos depois faz o segundo golo do “Gala”, desviando a bola para dentro da baliza após um passe de Garry Rodrigues.

Um minuto após o golo, terceiro penalti assinalado no jogo, segundo para o Galatasaray. Maxi Pereira faz falta sobre Garry Rodrigues e Feghouli, compatriota de Brahimi, acaba por falhar o penalti acertando na barra e de seguida, ressalta no corpo de Casillas. Jogo intenso na Turk Telekom Arena.

A quase 15 minutos do fim, dupla substituição para o FC Porto. Adrián Lopéz sai para dar lugar a André Pereira e Jorge entra na vez de Hernâni. Os azuis e brancos estavam a fazer de tudo para não sofrer mais nenhum golo.

O Galatasaray fazia de tudo para carimbar o passaporte para a Liga Europa, mas as alterações de Sérgio Conceição deram resultado e o “Gala” não criou mais perigo. Sérgio Oliveira saiu para dar lugar a Chidozie e do lado do Galatasaray Celik entrou para o lugar de Feghouli.

Termina o jogo e cerca de três milhões vão diretamente para os cofres da SAD dos azuis e brancos. Já o Galatasaray conseguiu a qualificação para a Liga Europa devido à derrota do Lokomotiv de Moscovo. Jogo difícil para os Dragões, que aproveitaram as oportunidades nos momentos ideais (três remates à baliza deram em três golos) e souberam sofrer até ao fim.

Onzes Titulares

Galatasaray: Muslera, Mariano, Maicon, Ozan, Nagatomo, Donk (Onyekuru 46’), Fernando, Ndiaye, Feghouli (Muğdat 89’), Garry Rodrigues e Eren Derdiyok.
FC Porto: Casillas, Maxi Pereira, Felipe, Diogo Leite, Telles, Sérgio Oliveira (Awaziem 83’), Herrera, Danilo Pereira, Adrián López (André Pereira 72’), Hernâni (Jorge 73’) e Marega.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários