Anterior1 de 4Próximo

Cabeçalho Futebol Nacional

Um golo solitário de André Pereira acabou por desequilibrar um resultado que merecia outro desfecho, tendo em conta o que se passou durante a partida. O Gil Vicente, com a inclusão das caras novas no onze inicial, registou algumas melhorias, mas continua sem vencer e vai já numa série de nove jogos consecutivos sem saborear os três pontos. O FC Porto B é cada vez mais líder e de à cinco jornadas para cá só sabe ganhar. Diogo Costa, pela segunda vez consecutiva, defendeu uma grande penalidade nos instantes finais.

Frente a frente no Estádio Cidade de Barcelos duas equipas que lutam neste momento por objetivos bem distintos. Os homens da casa tentam sobreviver à despromoção e, sem qualquer vitória nos últimos nove encontros da Segunda Liga, ocupam neste momento a 16ª posição, com 22 pontos. Numa situação bem mais agradável e confortável surge o FC Porto B, atual líder destacado, com seis pontos de vantagem sobre Académica e Académico de Viseu. Os bês portistas vão, aliás, numa série vitoriosa impressionante, não dando oportunidades à concorrência nas últimas cinco jornadas.

A partida começou com os portistas a tomarem conta das operações, com o Gil Vicente, sempre muito bem organizado e a tapar todos os espaços na sua defensiva, a espreitar, de quando em vez, saídas rápidas para o ataque. Neste particular, destaque para Fréderic Maciel, a cara nova dos galos que foi sendo um perigo à solta pela ala direita. Ainda não estava decorrido o primeiro minuto de jogo e já o luso francês metia em sentido a defesa portista, com um remate muito próximo do poste da baliza de Diogo Costa. Cinco minutos volvidos e Fall, a beneficiar de uma bola perdida na área, a rematar para excelente defesa do guardião portista, com os pés. O controlo dos dragões, nesta fase do jogo, não se materializava em oportunidades claras de golo e só perto da meia hora é que Fede Varela, após transição rápida de Galeno, conseguiu colocar à prova Rui Sacramento.

Com o intervalo não chegaram novidades no que a alterações nos onzes diz respeito, mas os gilistas reentraram claramente mais intensos e dispostos a dividir o jogo com o líder. Perto da hora de jogo mais uma vez Fréderic a permitir a Diogo Costa, outra vez com o pé, a melhor defesa da manhã. Estava em grande o guardião dos azuis e brancos e a sua exibição teve o ponto alto já no último minuto da partida. Antes, porém, aos 70 minutos, a equipa B portista haveria de obrigar o Gil a provar do próprio “veneno”, quando Galeno, ainda antes do meio campo, arrancou de forma explosiva, passou por três adversários e serviu André Pereira, que bateu o desamparado Rui Sacramento.

Diogo Costa foi a figura da partida, ao defender uma grande penalidade Fonte: Pedro Gonçalo Costa/Jornal de Barcelos
Diogo Costa foi a figura da partida, ao defender uma grande penalidade
Fonte: Pedro Gonçalo Costa/Jornal de Barcelos
Anúncio Publicitário

Era o melhor período do Gil, mas quem inaugurara o marcador haveria de ser quem melhor aproveitou as oportunidades de que dispusera até então. A partir daqui, e com alterações efetuadas por Paulo Alves no sentido de procurar incessantemente o empate, o Gil carregou imenso e quase viu os seus esforços serem compensados já no tempo de descontos, quando Luis Mata cortou um cruzamento de Gabriel com a mão, dentro da grande área. Aqui, no entanto, emergiu a qualidade do jovem guarda redes dos portistas, cada vez mais, tido como um especialista nestas decisões, a travar a festa de James.

Como jogou o Gil Vicente:

Titulares – Rui Sacramento, Gabriel, Tormena, Luiz Eduardo, Luis Tinoco, James, Alphonse, Ricardinho, Frederic Maciel, Fall e João Vasco.

Suplentes não utilizados – Júlio Neiva, Sandro, Reko e André Fontes.

Amarelos – Gabriel aos 30’

Vermelhos – Nada a registar

Substituições – Jonathan por Alphonse aos 64’, Dimba por Fall aos 73’ e Camara por Ricardinho aos 83’.

Golos – Nada a registar

Como jogou o FC Porto B:

Titulares – Diogo Costa, Musa, Jorge Fernandes, Diogo Queirós, Luís Mata, Bruno Costa, Luizão, Rui Moreira, Fede Varela, Galeno e André Pereira

Suplentes não utilizados – Mbaye, Bidi, Rui Pires e Madi

Amarelos – Luizão aos 56’

Vermelhos – Nada a registar

Substituições – Moreto por Luizão aos 72’, Irala por Fede Varela aos 92’ e Chikhaoui por Luis Mata aos 93’

Golos – André Pereira aos 71’

Anterior1 de 4Próximo

Comentários