fc porto cabeçalho 2

Ainda falta a 2.ª mão da meia-final e eu não gosto muito de atirar foguetes antes da festa, mas… Posso já começar a preparar o fogareiro e as fresquinhas?

Hoje, começo a minha crónica com as palavras do mister José Peseiro após a vitória frente ao Gil Vicente: “Ganhar também é importante para o processo. Sabemos que temos trabalho, que temos coisas a melhorar, mas temos um grupo de gente com qualidade, com potencial, que quer fazer as coisas com qualidade”.

Sim, mister! Tem toda a razão! O FC Porto precisa de se reencontrar, de voltar a sentir prazer em jogar futebol e, acima de tudo, em vencer todos os adversários! Seja por 20-0 ou por meio a zero, importa vencer, para consolidar o trabalho que tem vindo a realizar e para que os jogadores se sintam motivados – fruto, também, dos bons resultados.

O mister a afinar a máquina! Fonte: FC Porto
O mister a afinar a máquina!
Fonte: FC Porto

E aquilo que se viu ontem foi, por palavras muito curtas, competência. A vitória do FC Porto acabou por ser justa e bastante competente. Apesar de as unidades não terem sido as habituais, claro! Mas deixem-me referir, claro, a linha defensiva… Houve momentos em que os quatro homens tremeram como varas verdes e ofereceram imenso espaço aos atacantes gilistas. É inadmissível numa equipa que pretende lutar por títulos. É que os executantes variam imenso! E em jogos decisivos…

Anúncio Publicitário

Gostava também de destacar as exibições de Suk, Marega e Varela. O extremo português parece determinando em reencontrar a alegria em jogar futebol depois de vários jogos em que foi “um a menos”. Marega, algo nervoso, procurou dar sempre algo à equipa. Pede-se mais? Claro que sim. Mas é um bom início. Por fim… Suk! O coreano foi incansável e conseguiu colocar o nome na lista de marcadores. Esperemos que a lesão não seja grave!

Que se gabe a capacidade dos azuis-e-brancos em derrotar o 5.º classificado da 2.ª liga e a equipa que, na presente edição da competição, deixou o Nacional e até o Portimonense pelo caminho. Que se gabe a capacidade dos azuis-e-brancos em impor a primeira derrota dos gilistas em casa, na presente época. O Gil Vicente não chegou às meias-finais da Taça de Portugal por acaso. E ver o FC Porto vencer categoricamente depois de algumas “torturas” frente ao Boavista ou ao Feirense… Estamos no bom caminho!

O FC Porto continua a caminhar, incólume, nesta edição da Taça de Portugal. Já são nove golos marcados em cinco jogos! Sofridos? Nem um! A baliza portista continua inviolada e Helton só tem razões para sorrir. Será o Dragão capaz de chegar ao Jamor e de vencer o troféu sem sofrer qualquer golo? Seria histórico! Mas, em primeiro lugar, importa carimbar o passaporte. É que a final de 2011 já vai longe e os adeptos estão ansiosos por voltar ao sul para um dia de festa!

E em terras de sua majestade… Gleison! Fonte: FC Porto
E em terras de sua majestade… Gleison!
Fonte: FC Porto

Queria só aproveitar o final do artigo para parabenizar ainda a equipa B do FC Porto! Ontem, a festa portista também se fez sentir em Inglaterra com a vitória perante o Benfica B na Premier League Internacional Cup. Voltámos a mostrar que somos superiores e que temos todas as condições para chegar ainda mais longe!

O episódio no final do encontro, em que alguns adeptos do Benfica roubaram um cachecol e uma camisola a um miúdo, acabou por manchar uma festa que se pretende saudável. Infelizmente, há bestas que continuam a achar que o futebol está acima de tudo e que quem não veste a mesma cor merece ser mal tratado. Para essas bestas o meu desejo é o de que sofram as consequências dos vossos atos. Sejam benfiquistas, portistas, sportinguistas ou de outro clube qualquer. Será que não percebem que até o vosso próprio clube tem vergonha de vocês?

Para ti, Leo, espero que haja sensibilidade por parte do clube para te “devolver” a camisola.

Foto de Capa: FC Porto

Comentários