Taça de Portugal, 2.ª mão da Meia-Final: quarta-feira, 20h15, 3 de março de 2021
ANTEVISÃO: JOGA-SE O PASSAPORTE PARA A FINAL DA PROVA RAINHA

Depois de três confrontos na época, FC Porto e SC Braga duelam entre si novamente, porém, desta feita, as circunstâncias são divergentes: não é um jogo que vale três pontos, mas sim um jogo que assegura um lugar na final da Taça de Portugal. No seu último confronto, as duas equipas vinham de contextos algo similares, e o desgaste físico era evidente no coletivo, fruto de um mês de fevereiro saturado em jogos, sendo um fator que ficou patente no desenrolar da partida que contou com muitas paragens e sanções.

QUEM CONSEGUIRÁ MARCAR PRESENÇA NO JAMOR? O FC PORTO PARTE EM VANTAGEM COM O JOGO DA PRIMEIRA MÃO MAS OS GVERREIROS IRÃO À PROCURA DA VITÓRIA! APOSTA COM A BET.PT!

Presentemente, com algum tempo de descanso entre jogos, e com vantagem na eliminatória por ter empatado a uma bola na Pedreira, o FC Porto defronta um SC Braga que vem de uma sequência de jogos sucessivos, com pouco espaço ao descanso. Contudo, a fraca consistência apresentada pelos Dragões e o baixo estado anímico dos jogadores por deixarem, possivelmente, escapar o título por conta do empate em casa frente ao Sporting CP, pode ser um fator relevante para os Guerreiros. Apesar de terem sido eliminado da Liga Europa, recentemente ultrapassaram o FC Porto na Primeira Liga, ocupando agora o 2.º lugar, apresentando um futebol de qualidade mesmo com o cansaço físico que o plantel enfrenta.

Anúncio Publicitário

No que toca às ausências, os azuis e brancos, que não dispunham da presença de Corona e Otávio na 1º mão da eliminatória, desta vez correm o risco de não contarem com a comparência dos seus dois capitães Pepe e Sérgio Oliveira, que apresentam dificuldades físicas. Do lado minhoto, destacar as ausências de David Carmo, Iuri Medeiros e Castro.

10 DADOS RÁPIDOS

  1. Nos últimos 5 jogos, o SC Braga conta com três vitórias e uma derrota, sendo que o FC Porto, nos seus últimos 5 jogos, tem duas vitórias e três empates.
  2. A primeira mão da eliminatória entre SC Braga e FC Porto terminou com o empate a uma bola, sendo um jogo envolto em muita polémica com a expulsão de dois jogadores dos dragões, Luiz Díaz e Matheus Uribe.
  3. O SC Braga foi recentemente eliminado da Liga Europa pelo Roma, 5º classificado da Serie A italiana, por 5-1 no agregado das duas mãos.
  4. O FC Porto defronta o SC Braga depois de empatar com o seu rival direto SC Sporting, que se encontra em primeiro lugar da Primeira Liga a dez pontos dos dragões.
  5. O vencedor entre FC Porto e SC Braga defronta, na final da competição, o vencedor da eliminatória entre SL Benfica e GD Estoril Praia, que já conta com o agregado de 3-1 a favor das águias que venceram a 1º mão no Estádio António Coimbra da Mota.
  6. O FC Porto leva 18 jogos sem perder na Taça de Portugal, sendo a última derrota contra o Sporting a 18 de abril de 2018, no desempate por grandes penalidades.
  7. O SC Braga tem o melhor ataque da competição, a par do GD Estoril Praia, com 19 golos marcados.
  8. O FC Porto apresenta um registo de 4 golos sofridos na Taça de Portugal, à medida que o SC Braga sofreu apenas 3 golos.
  9. O FC Porto conta com 17 Taças de Portugal no seu palmarés, ao passo que o SC Braga possui apenas duas.
  10. A última vitória do SC Braga na Taça de Portugal contra o FC Porto foi na época de 2015/2016, após o desempate por grandes penalidades, resultado este que deu o título da competição ao SC Braga.

JOGADORES A TER EM CONTA

Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Uribe (FC Porto) – o médio colombiano, que pode jogar na posição 6 ou 8, é dos jogadores mais subvalorizados no plantel portista. Com a possível ausência de Sérgio Oliveira, o seu parceiro de meio-campo, Uribe é o grande pilar no terreno central portista para este jogo com o SC Braga. O seu exímio sentido posicional aliado à sua agressividade com ou sem bola, podem ser essenciais no auxílio à defesa portista que, possivelmente, não contará com Pepe. Uribe, o famoso “jogador raçudo” que joga simples e sem rodeios, pode ser o ponto de equilíbrio na transição ataque-defesa e o entrave contra as investidas por contra-ataque do ataque rápido do SC Braga.

Lucas Piazón (SC Braga) – o médio ofensivo brasileiro encontra-se num notável momento de forma: acumula, em média, 51 minutos por jogo e já soma cinco golos e quatro assistências. O mais novo reforço bracarense chegou neste mercado de inverno proveniente do Rio Ave, a custo zero, e teve uma rápida ascensão na equipa, sendo atualmente um dos jogadores mais perigosos do SC Braga. A relação entre Lucas Piazón e Carlos Carvalhal, que trabalharam juntos no Rio Ave, é fulcral para as recentes exibições do médio. O jogador apresenta um bom controle de bola e aparece muitas vezes na área da grande penalidade de forma a evitar a marcação do adversário, tornando-se assim num finalizador decisivo quando essas posições não são marcadas. Forma com Ricardo Horta uma dupla temível a ter em atenção por parte da defesa portista.

XI’S PROVÁVEIS

FC Porto: Diogo Costa, Manafá, Mbemba, Sarr, Zaidu, Grujic, Matheus Uribe, Otávio, Luis Díaz, Corona e Taremi

Treinador: Sérgio Conceição

“Este jogo permite-nos estar numa final e mais próximos de ganhar um título. Se formos competentes, temos a possibilidade de passar e estar numa final de uma competição importante”

SC Braga: Matheus, Ricardo Esgaio, Tormena, Rolando, Borja, Galeno, Al Musrati, Fransérgio, Lucas Piazón, Ricardo Horta e Abel Ruiz

Treinador: Carlos Carvalhal:

“Vamos ter um SC Braga organizado, muito motivado e com vontade de chegar à final”

PREVISÃO DE RESULTADO: FC Porto 2-1 SC Braga

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome