fc porto cabeçalho

Foi titular contra o Japão nesta quarta-eira e, apesar da derrota, brindou a sua seleção com um golo de livre. Na Argentina e na Colômbia mostrou que pode ter espaço no plantel do FC Porto para a época 2018/2019. Caso regresse, conseguirá Sérgio Conceição desenvolver todo o seu potencial?

Chegou ao FC Porto como jovem promessa, fazendo lembrar o seu compatriota James Rodríguez e entrou pelas portas do Dragão como o melhor jogador do Mundial de Sub-20 em 2013. Teve um início de época fulgurante, num FC Porto comandado por Paulo Fonseca, mas acabou por não mostrar a consistência e a regularidade que é essencial para um titular na equipa da cidade Invicta. E esse foi o seu principal ponto fraco nas duas épocas que jogou de dragão ao peito.

Nas últimas três épocas Quintero andou de empréstimo em empréstimo, passando pelo Rennes FC, Deportivo Independiente Medellín e Club Atlético River Plate. No Rennes, não conseguiu recuperar a sua melhor forma muito por culpa do seu comportamento e acabou por fazer apenas 14 jogos. Foi no Independiente Medellín que Juanfer Quintero voltou a brilhar, demonstrando que o seu talento permanecia intacto. Com 16 golos marcados e três assistências em 33 jogos, o médio colombiano tornou-se um ídolo para os adeptos do clube. Mesmo depois desta época em grande, o FC Porto não o quis aproveitar e Quintero mudou-se para o River Plate para jogar apenas a última metade da época. Aos poucos foi subindo na consideração de Marcelo Gallardo, atual treinador da equipa argentina, e começou a ter mais tempo de jogo de forma a poder demonstrar os seus dotes, acabando a época com 16 jogos e 1 golo marcado. Conseguiu assim convencer José Pekerman, selecionador da Colômbia, e está entre os 23 da Colômbia para o Mundial.

Destacou-se no primeiro jogo frente ao Japão com o seu golo de pontapé de livre, não sendo suficiente para evitar a derrota dos cafeteros.

Quintero a festejar o golo frente ao Japão com Radamel Falcão
Fonte: Facebook Oficial da Seleção da Colômbia

Nestes últimos três anos muita coisa passou pela cabeça de Juan Fernando Quintero. Já pensou em deixar o futebol e dedicar-se ao reggaeton, chegando mesmo a lançar uma música. Para piorar, a imprensa colombiana afirmava muitas vezes que as más companhias estavam a fazer com que Quintero se desapaixonasse pelo desporto rei.

Contudo, conseguiu dar a volta por cima e quando se esperava que estivesse de costas voltadas para o FC Porto, Quintero afirmou querer voltar ao Dragão, pedindo inclusive a Deus para que tal acontecesse.

Com um bom arranque no Campeonato do Mundo e duas épocas de bom nível na Colômbia e Argentina, o regresso do médio (ainda) promissor seria bem visto pelos portistas, tendo em conta que é um jogador acarinhado pelas “bancadas do Dragão” e poderia acrescentar qualidade ao plantel do FC Porto. Sérgio Conceição já mostrou ser capaz de potenciar jogadores, tal como aconteceu com Marega, Sérgio Oliveira e Ricardo Pereira. Será desta que Juan Quintero brilhará de dragão ao peito?

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários