hic sunt dracones

Começo este artigo relembrando o afamado Felipão. As comparações nunca são justas. Dificilmente se pode dizer que este ou aquele jogador são iguais quando o contexto é completamente diferente. E tal acontece, também, em relação aos treinadores. Mas… porquê comparar Lopetegui ao Scolari? Vamos por partes.

Tenho acompanhado o FC Porto ao longo desta pré-temporada. Tenho visto os jogos e analisado ao pormenor os princípios e o estilo de jogo que Lopetegui pretende para os dragões. E, pelo que tenho visto, 90% do que se via no ano passado também se continua a ver este ano. Aquele futebol triste, lento, sem chama… Quero esperar para ver porque acho que vamos ter novidades em relação à forma de jogar do FC Porto mas, até ao momento, não posso deixar de me lembrar de Scolari ao pensar em Lopetegui.

Scolari conta com 20 títulos ao longo de uma carreira (como treinador) iniciada em 1982. Ganhou, inclusive, um Mundial e uma Taça das Confederações. Troféus de causar inveja a qualquer treinador. Mas, quando vejo e analiso o trabalho de Scolari, reconheço pouco mérito no trabalho desenvolvido.

Uma equipa não pode ser um conjunto de individualidades lançadas para o campo à espera de que tudo corra pelo melhor. Tem de se treinar como é que elas vão funcionar entre si, perante um adversário e perante a imprevisibilidade do jogo. É necessário que exista uma ideia comum pela qual os onze jogadores se regem.

Scolari, tal como Lopetegui, um selecionador competente Fonte: conmebol.com
Scolari, tal como Lopetegui, um selecionador competente
Fonte: conmebol.com

São extremamente competentes nas seleções onde o trabalho realizado com os jogadores é menor e jogam em competições a eliminar. Nas seleções, os selecionadores tendem, regra geral, a aproveitar o trabalho que se realiza ao nível do clube. Daí ser normal que as melhores seleções sejam aquelas que aproveitam as espinhas dorsais de um clube em específico. Geralmente, quem costuma orientar as selecções e ter sucesso à frente delas são pessoas com um grande caráter de liderança capazes de criar um grupo unido e bastante focado num objetivo comum.

Ora, voltando a Lopetegui. O espanhol parece ser incapaz de recriar a forma de jogar que tanto aprecia e que tem trazido vários títulos ao futebol do país vizinho. Incapaz de pôr a equipa a jogar como quer, Lopetegui tem jogado Football Manager na vida real e optado por um caminho bem menos sinuoso. Quando não se é competente no trabalho que se realiza, compram-se os melhores jogadores. Tendo os melhores jogadores estamos sempre mais perto de vencer. Sempre. Mesmo o pior treinador da história dos treinadores pode ser campeão tendo as melhores individualidades. E reparem que não digo a melhor equipa. Depois de contratar Iker Casillas ou de gastar uma quantia enorme em Imbula, qual será a próxima surpresa do FC Porto?

A minha pergunta é só uma… Será Lopetegui capaz de repetir a proeza do ano passado? Ou vai (finalmente) conseguir alguma coisa da equipa?

Foto de capa: Facebook do FC Porto

Comentários