Depois da vitória sobre o Boavista FC, o FC Porto segue amanhã para Liverpool para, na terça-feira, jogar seguramente um dos jogos mais difíceis da época azul e branca.

O Liverpool FC é o atual líder da tabela classificativa em Inglaterra e o finalista vencido da última edição da Liga dos Campeões, onde defrontou o FC Porto no caminho para esse jogo decisivo, tendo vencido por cinco bolas a zero no Dragão e tendo-se registado um empate a zeros em Anfield.

Este resultado obtido em Inglaterra serviria as intenções dos portistas neste “segundo round”, que têm como principal missão trazer a eliminatória viva para o dragão, tendo para isso de travar a avalanche ofensiva dos homens de Jürgen Klopp e tentar marcar um golo fora de casa.

Firmino, Mané e Salah são um dos trios atacantes mais temidos da Europa
Fonte: Liverpool FC

A equipa do Liverpool FC é, atualmente, uma das melhores e mais abastadas equipas da Europa, com bastantes nomes para destacar. Alisson, Van Djik , Robertson, Fabinho, Mané,Salah, Firmino. Todos estes são craques de nível mundial e terão de ser anulados para que a eliminatória termine com ouro sobre azul.

O FC Porto não pode contar com Pepe e Herrera para este jogo, duas peças fundamentais no onze de Sérgio Conceição, por acumulação de amarelos. Isto poderá trazer ao onze inicial Maxi Pereira e Oliver Torres, ou, com uma mudança de sistema tático, Ádrian,com Marega a servir de ponta de lança fixo, no “4x3x3 versão Champions” de Conceição.

Numa fase que permite aos adeptos portistas sonhar, o FC Porto vai a Liverpool, na terça-feira, cumprir a primeira parte deste sonho para o tentar tornar realidade. Se os ingleses têm os Beatles, o FC Porto terá, com certeza, um mar azul em solo britânico a cantar e apoiar a equipa da Invicta.

Foto de Capa: FC Porto

Artigo revisto por: Jorge Neves

Comentários