Anos e anos sucessivos de contratações falhadas, de jogadores aquém das expectativas, de más opções para colmatar ausências. E talvez seja essa a grande explicação para a falta de conquistas. Depois de uma época de “quases”, de muitas conquistas que ficaram por conquistar, é hora de arregaçar mangas e reformular a equipa. Há saídas e entradas já confirmadas e, como vem sendo habitual, há suposições de possíveis reforços.

Um dos nomes falados recentemente é de Nakajima. O interesse que não vem de hoje e que já fez muita tinta correr na imprensa, mas foi um negócio que nunca chegou a ser consumado.

A grande motivação para este possível negócio é a eventual saída de Brahimi. O argelino termina contrato com o FC Porto no final deste mês e, não havendo para já plano de renovação, é uma grande perda para o plantel que perde um dos jogadores mais influentes. Apesar do estilo de jogo de Brahimi e Nakajima ser diferente, a verdade é que o japonês tem valências que se enquadram naquilo que os portistas precisam.

Nakajima num jogo em que representou a Seleção do Japão
Fonte: Portimonense SC

Nakajima tem apenas 24 anos e passou grande parte da carreira a jogar em emblemas japoneses. Mas na época 2017/2018 rumou à Europa para representar o Portimonense SC , clube pelo qual jogou um ano e meio, até se transferir para o Catar. Em Portugal realizou 47 jogos e marcou 15 golos, tendo inclusive marcado aos portistas e despertado o interesse de vários clubes, pela rapidez e técnica que exibia.

Anúncio Publicitário

O interesse do FC Porto tornou-se mais evidente devido à insatisfação do japonês no clube atual, por não se adaptar ao país, ainda assim surgem outros problemas. A verba paga pelo Catar ao Portimonense e o valor avolumado que o jogador recebe são entraves ao negócio, mas a possibilidade de empréstimo ganha asas.

Apesar de todas as especulações, será importante avaliar também a vontade do jogador, mas é certo que já houve conversações e o negócio pode confirmar-se.

Para o FC Porto era uma aquisição que para além de necessária tinha tudo para ser acertada.

Foto de Capa: Portimonense SC

artigo revisto por: Ana Ferreira