Podemos estar a viver uma revolução no elenco do FC Porto. Porquê? Então veremos, baseando-me nas suposições de mercado, é possível que Sérgio Oliveira e Corona abandonem o Estádio do Dragão, os dois jogadores que representam a era Conceição, são armas que o treinador aprecia e fizeram épocas fantásticas de azul e branco ao peito. Até há pouco seria impensável qualquer um dos dois sair, mas pode ter chegado esse momento.

Olhemos um pouco para a temporada que acabou para tentar explicar porque podem ser vendidos neste mercado de transferências. Sérgio Oliveira fez a melhor temporada da sua carreira. Com 20 golos e sete assistências, o médio mostrou tudo aquilo para que estava destinado no início da sua carreira. Lembremos que já tem 29 anos e nos próximos anos não é provável que cheguem ao FC Porto propostas convincentes para ser vendido. Agora é o momento ideal para uma eventual saída.

Anúncio Publicitário

Já Tecatito é uma autêntica máquina, as palavras não chegam para demonstrar aquilo que o mexicano joga e faz jogar. É o melhor jogador do FC Porto e a sua venda tem, obrigatoriamente, que ser por um valor realmente extraordinário, caso isto não aconteça perde-se o jogador que traz magia em campo por preços de saldo.

Relembremos que o jogador foi utilizado até ao seu limite, só quando se lesionou é que não foi utilizado, o que representa a sua importância para o treinador, este ano, ainda foi adaptado a lateral, assim sendo contou com uns singelos três golos e umas extraordinárias 13 assistências para golos.

FC Porto
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Esta pode ser uma grande mudança no plantel, afinal, nunca é fácil perder dois jogadores do núcleo duro, foi sempre evidente que eram elementos respeitados pelos companheiros de balneário.

Enganem-se se acham que eu quero a saída de ambos, mas a saúde financeira do clube depende de vendas milionárias, é preciso vender aqueles que têm mercado e apostar nos jovens e ainda os valorizar para possíveis vendas futuras.

Esperemos para ver qual é o final destas novelas, que prometem aquecer os ares do Dragão e dar grandes dores de cabeça à direção e ao treinador, perder dois jogadores de tal importância é sempre uma lacuna que tem de ser preenchida e que pode levar a um investimento. Caso as saídas realmente aconteçam, os adeptos irão ficar sempre agradecidos pelo serviço ao FC Porto, por outro lado, caso fiquem já sabemos que dão garantias de ser “Porto” pela sua garra e dedicação ao clube.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome