Anúncio Publicitário

fc porto cabeçalho 2Depois do jogo de quinta-feira, a vida do FC Porto na Liga Europa parece complicada. Os azuis e brancos vão ter de fazer um jogo perfeito na próxima quinta-feira. Peseiro vai ter mais jogadores à sua disposição e pode mesmo dar-se ao luxo de apostar no onze e na táctica que bem entender. A dúvida que assombra a nação portista prende-se com o sistema de jogo que vai ser capaz de neutralizar o poderio ofensivo da equipa alemã e dar simultaneamente força ao ataque.

Parece-me óbvio que, em casa, o FC Porto vai ser uma equipa com mais espírito, garra e com mais vontade de chegar à baliza adversária. Na passada quinta-feira, a equipa portuguesa procurou envolver o Borussia Dortmund num jogo de xadrez táctico mas não conseguiu ser bem-sucedida. A equipa de Tuchel aproveitou as debilidades defensivas da defesa remodelada dos azuis e brancos e resolveu a primeira mão da eliminatória sem conceder um único golo fora. Duas vitórias para a equipa alemã num só jogo, portanto.

No jogo de dia 25, Peseiro terá de apostar no ataque mas nunca poderá descuidar o processo defensivo pois um golo do Dortmund complica, e muito, a eliminatória. Afinal, se a equipa de Reus e companhia marcar um único tento, o Porto terá de responder com quatro para ganhar a eliminatória. Maxi e Layún terão de contar com o apoio de um incansável Danilo, uma vez que, ao subirem no terreno, terá de ser o médio português a compensar as alas e a preocupar-se com a velocidade e qualidade técnica de Reus, Mkhitaryan e do goleador Aubameyang. Mas não é só Danilo que vai ter de trabalhar muito. Quem for aposta de Peseiro para o meio campo no derradeiro jogo europeu terá de saber servir o ataque no momento certo e no segundo seguinte terá de saber recuar e fortalecer um espírito de entreajuda que terá de ser gigante no Dragão. André André e Herrera parecem-me as escolhas mais acertadas para preencher o miolo da equipa. Aboubakar, Brahimi e Corona vão ter de estar inspiradíssimos para assegurar que o Porto marca pelo menos dois golos de maneira a empatar a eliminatória.

Anúncio Publicitário
12742013_10153965543809485_814454357903382282_n
Layún poderá voltar a ser lateral esquerdo
Fonte: Facebook Oficial FC Porto

Só para se ter uma noção do quão complicada é a tarefa do Porto, nem a repetição do brilhante jogo contra o Bayern Munique na época passada chegaria para a equipa liderada por Peseiro passar a eliminatória uma vez que até nesse jogo o Porto sofreu um golo. Talvez a solução otimista mais realista seja um empate na eliminatória e uma solução final nas grandes penalidades. Mesmo assim até essa hipótese parece ser algo irreal uma vez que a equipa alemã tem um poder ofensivo gigante e tem números muito bons (mesmo número de golos marcados pelo líder Bayern Munique).

Resta esperar que o público do Dragão esteja também ao seu melhor nível e que Peseiro monte uma “teia” táctica que consiga neutralizar o ataque do Dortmund e que ao mesmo tempo consiga dar poder de fogo ao Dragão para marcar e dar a volta a uma eliminatória que à partida parece ser quase impossível. Mas o Porto já nos habituou a grandes noites europeias e a mística que envolve o clube exige que a equipa se saiba superar nestas ocasiões.

Anúncio Publicitário