fc porto cabeçalho

O FC Porto atravessa o melhor momento da época e NES parece começar a convencer os mais céticos da qualidade do seu trabalho.

A herança era pesada: três anos sem títulos e três treinadores (Paulo Fonseca, Lopetegui, José Peseiro) que não tiveram sucesso.

Com uma equipa jovem e com muitas caras novas no clube, o trabalho do treinador portista não se adivinhava fácil. Em contraponto, os rivais mantinham uma base solida, com os mesmos treinadores, uma grande parte dos plantéis e onzes base.

NES foi persistente e não abalou aos primeiros contratempos, pedra sobre pedra construiu uma fortaleza e, a equipa é, neste momento com alguma distância, a melhor equipa em Portugal. Melhor defesa e ataque do campeonato, maturidade tática assinalável, variações táticas muito sustentadas que criam aos adversários grandes dificuldades.

A equipa consegue ler todos os momentos do jogo com grande clareza, consegue jogar mais direto e na profundidade se assim o jogo pedir, como consegue jogar mais em posse num ataque mais trabalhado se o adversário assim pedir.

O melhor momento de NES no comando do FC Porto Fonte: FC Porto
O melhor momento de NES no comando do FC Porto
Fonte: FC Porto

O futebol é um jogo e como jogo que é tem sempre uma grande dose de imprevisibilidade, mas se não acontecer nada de anormal, o FC Porto pode ganhar no Estádio da Luz com alguma facilidade. A qualidade de jogo apresentada pelas duas equipas neste momento é incomparável, e a equipa portista está uns degraus acima.

Considero NES um treinador de enorme qualidade e, comparando com os treinadores dos dois rivais, considero mesmo o mais completo, ora vejamos: Jorge Jesus é um treinador de muita qualidade, dos melhores a nível europeu no que se refere ao treino, mas depois a sua instabilidade emocional e alguma incapacidade de comunicação deita por terra muitas dessas qualidades. Rui Vitória, ao nível tático, é o mais limitado dos três, na minha opinião, mas tem a seu favor a qualidade na gestão do balneário e uma comunicação melhor do que o seu rival da segunda circular.

Numa avaliação global, penso que NES é o mais completo: bom taticamente, grande controlo emocional, boa comunicação, e dos três é o mais jovem. Acredito cegamente (e não é fé porque não sou crente) que o FC Porto vai ser campeão nacional esta época!

Foto de capa: FC Porto

Artigo revisto por: Diana Martins

Comentários

Artigo anteriorPortugal e a Champions
Próximo artigoCarrillo: A arte do bem definir
É um eterno apaixonado por desporto, tem no futebol a sua maior paixão. Desde muito jovem que se dedica ao estudo e à análise de todas as vertentes futebolísticas. Foi treinador no futebol de formação, e atualmente colabora na área do “scouting". Apaixonado pelo jornalismo desportivo, é adepto do FC Porto e no futebol internacional tem simpatia pelo Barcelona.                                                                                                                                                 O Luís escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.