Afinal de contas o que se passa com Mamadou Loum? O médio senegalês foi contratado ao SC Braga em janeiro de 2019 por 7,75 milhões de euros, enquanto representava o Moreirense FC a título de empréstimo. Foi em Moreira de Cónegos que se destacou e convenceu a direção portista a realizar um forte investimento.

A realidade é que desde a chegada ao Dragão, Loum ainda não mostrou o porquê do dinheiro investido, à exceção de um conjunto de jogos que alinhou no decorrer desta época desportiva. Atualmente, desde o reatamento do campeonato português, após a paragem devido à COVID-19, Loum é o único jogador de todo o plantel que ainda não foi convocado para qualquer partida.

O facto de Loum ainda não ter sido inscrito na ficha de jogo de Sérgio Conceição torna-se ainda mais misterioso porque o jogador não apresenta qualquer lesão ou problema físico e treina normalmente com a equipa no Olival. Além disso, agora são permitidas cinco substituições e é permitida a presença de nove elementos no banco de suplentes, logo, poderia ser convocado e não o é.

Em detrimento do senegalês, o técnico dos azuis e brancos tem convocado os jovens João Mário e Fábio Vieira, sendo que o último até já se estreou e fez uma assistência. Além destes, Vitinha também já obteve alguns minutos e já era opção regular antes da paragem da competição.

Anúncio Publicitário

Desde a chegada de Loum ao FC Porto, os dragões realizaram 71 jogos e o médio de 23 anos apenas alinhou em dez deles, sendo que sete deles foram esta temporada. O primeiro foi em outubro contra o SC Coimbrões, a contar para a Taça de Portugal. Poucas semanas depois, Loum foi titular cinzo vezes seguidas, sendo que três delas foram para o campeonato (Boavista FC, FC Paços de Ferreira e Belenenses SAD), uma para a Taça (Vitória FC) e a outra na Liga Europa (BSC Young Boys).

Numa dessas partidas, chegou a marcar um dos golos da vitória dos portistas contra os pacenses e recebeu rasgados elogios de Sérgio Conceição, que apontou para uma oportunidade bem agarrada por parte do senegalês. Desde a partida contra o Belenenses, nessa série de participações de Loum no miolo dos dragões, foi opção apenas mais uma vez contra o Académico de Viseu FC, nas meias-finais da Taça de Portugal.

Desde esse momento, Loum nunca mais jogou pelo FC Porto e fez parte do banco de suplentes poucas vezes. Desde o regresso da liga, ainda não há sinais do senegalês, sendo o único jogador do plantel principal que ainda não fez parte das contas de Sérgio Conceição para a reta final do campeonato.

Esta decisão é um tanto estranha não só pela quantidade de dinheiro investido no jogador, como pela forma como o técnico do FC Porto falou do jogador pouco depois da sua chegada. Sérgio garantiu aos adeptos que podiam ficar descansados, pois iam ter um médio defensivo para muitos anos. A dúvida recai agora entre quebra de rendimento, pouco aproveitamento nos treinos, ou até mesmo falta de confiança do treinador no atleta.

Loum não está certamente na sua melhor fase a nível profissional e já referiu que quando a época terminar vai-se sentar com o empresário para tomar uma decisão sobre o futuro.

Foto de Capa: Diogo Cardoso/Bola na Rede

Artigo revisto por Diogo Teixeira

Comentários