O pequeno “25” do Porto está a ter um dos melhores arranques de temporada da sua carreira. Otávio Edmilson da Silva Monteiro, nasceu no Brasil e tem 23 anos. Desde o início do seu percurso no futebol que só esteve ligado contratualmente a duas equipas. Tudo começou no SC Internacional. Em 2012, com 17 anos, estreou-se a nível profissional. Seis anos depois, a afirmação no FC Porto foi tardia, mas chegou. Otávio é agora um dos melhores jogadores ao serviço dos “azuis e brancos” e tem sido muito importante no esquema tático de Sérgio Conceição.

O “baixinho” do FC Porto nem sempre teve vida fácil no clube. Em 2014, com 19 anos, saiu do clube que o viu crescer para ingressar num dos maiores clubes da Europa. Nessa altura, já era visto como uma jovem promessa brasileira e a SAD portista adquiriu parte do seu passe por 2.5 milhões de euros. Era um grande passo para a carreira de Otávio, que na altura podia mostrar todo o seu potencial nos grandes palcos da Europa. No entanto, Julen Lopetegui, na altura treinador dos dragões, decidiu não utilizar Otávio na equipa principal e, desta forma, o médio foi remetido para a equipa B. Na segunda metade da época, foi emprestado ao Vitória SC, onde conseguiu dar mais nas vistas.

Otávio tem vindo a destacar-se cada vez mais ao serviço do FC Porto
Fonte: FC Porto

Na temporada seguinte, foi de novo transferido a título de empréstimo para o Vitória de Guimarães. Teve uma temporada em grande, sendo que esteve envolvido em 15 golos da equipa, mais concretamente, fez seis golos e nove assistências. Nuno Espírito Santo viu então potencial no miúdo brasileiro e na temporada 2016/2017 foi utilizado 33 vezes que resultaram em três golos e dez assistências. Nada mau para Otávio, mas a lesão que contraiu a meio da época desmotivou-o e tanto a qualidade como o tempo de jogo não foram regulares.

Na época passada, com Sérgio Conceição no comando da equipa, Otávio esteve um pouco aquém das expetativas muito por culpa das lesões contínuas que sofreu. Foi obrigado a parar 17 jogos e, consequentemente, perdeu a oportunidade de se mostrar a um novo treinador. Ainda assim, ajudou o FC Porto a ser campeão e em 15 jogos na Liga Portuguesa fez dois golos e uma assistência.

Anúncio Publicitário

Nova temporada para Otávio no FC Porto, nova oportunidade para ser indiscutível na equipa. E pode-se dizer que “Otavinho” (como é conhecido no Brasil) agarrou essa oportunidade com unhas e dentes. Em nove jogos, leva já dois golos e quatro assistências. As suas exibições têm vindo a melhorar de jogo para jogo e sempre que tem a bola é capaz de criar perigo para a baliza adversária. A falta de consistência e regularidade que o jogador sentia é cada vez mais um problema do passado e o brasileiro assenta que nem uma luva no 4-4-2 que Sérgio tem utilizado. Caso não sofra qualquer lesão durante a temporada, tem tudo para se afirmar num dos principais atletas do clube e no futuro ser uma estrela a nível mundial.

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários