Esta última semana ficou marcada pelo fim da pré-época portista e certamente que deixou água na boca a todos os adeptos pelo arrancar oficial da Primeira Liga Portuguesa. Os jogos transmitidos pela televisão, frente ao LOSC Lille, AS Roma e Olympique Lyonnais deixaram boas indicações do plantel portista, mas poderá chegar ainda mais reforços até ao fim do mês.

Porém, ao longo destes encontros de preparação, Sérgio Conceição já foi desvendando o onze inicial que poderá entrar em campo frente B-SAD.

Na baliza existe ainda uma incógnita. Apesar de Marchesín ter sido o dono da baliza portista nestes últimos dois anos, Diogo Costa poderá ser o homem que vai a jogo na primeira jornada do campeonato.

diogo costa onze inicial
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Isto porque Marche chegou apenas na semana passada por ter estado de férias após o desfecho da Copa América e conta somente com cerca de 30 minutos de jogo frente ao Olympique Lyonnais, tendo entrado para o lugar de Diogo Costa. O jovem guarda redes português foi titular em todos os amigáveis tele-transmitidos e isso poderá ser um indício de que será o escolhido para estar entre os postes para o onze inicial.

Anúncio Publicitário

No centro da defesa, à partida, os escolhidos serão a dupla de centrais habitual do FC Porto – Pepe e Chancel Mbemba. Ambos já estão totalmente integrados com o plantel e preparados a nível físico para a época que se segue e nesta posição não haverá muitas dúvidas, sendo estes dois os centrais que dão mais segurança à equipa neste momento. Vão realizar a terceira época consecutiva como dupla de centrais dos dragões.

Quanto às laterais, João Mário nestes encontros amigáveis deu continuidade às boas exibições que fez na reta final da época 2020/2021 e parece ter agarrado o lugar como defesa direito.

O jovem de 21 anos foi recentemente adaptado a lateral e nos jogos que participou ofereceu sempre boas soluções ofensivas e alguma solidez em tarefas defensivas, faltando-lhe dar o salto nesse aspeto.

onze inicial
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

O lado esquerdo é uma posição que estará em vias de ser reforçada, mas por enquanto Manafá será o titular. Sérgio Conceição, por duas vezes (frente ao LOSC Lille e AS Roma) experimentou o número 18 como lateral esquerdo, posição essa onde jogava regularmente no Portimonense SC.

Zaidu, presumivelmente, perdeu terreno na luta pela titularidade, tendo tido menos minutos de jogo.

No meio campo, Sérgio Oliveira deverá manter-se no onze inicial, mas ainda não há certezas de quem possa fazer parelha com ele – Grujic, Vitinha ou Bruno Costa poderão ser as opções, tendo em conta que Matheus Uribe está a recuperar de lesão.

Bruno Costa recebeu elogios do técnico Sérgio Conceição e pode ser mesmo o escolhido, pois Grujic esteve também a fazer treino condicionado nos últimos dias.

Nas extremidades, Otávio é peça garantida no onze inicial e tem-se mostrado a grande nível, dando assim argumentos para ser considerado um jogador imprescindível. No lado esquerdo, Pepê, reforço do FC Porto para esta temporada poderá fazer a sua estreia no campeonato português, uma vez que tem sido aposta regular nos jogos de preparação.

Por último, quanto à frente de ataque, não haverá grandes dúvida de que Taremi e Toni Martínez serão os titulares. Na época passada, quando Toni ganhou a titularidade, o FC Porto aumentou o número de golos marcados e criou-se assim uma dupla de avançados cumpridora.

Contudo, existem rumores de que Sérgio Conceição e a equipa técnica deseja mais um avançado que possa substituir Marega. Em breve saberemos se chegará um novo avançado ou não, mas por enquanto estes dois atletas serão as referências dos azuis e brancos no ataque.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome