O jogador da América Latina sempre foi valorizado pelo departamento de scouting do FC Porto e foram vários os atletas dessa região que se tornaram verdadeiros ídolos para os adeptos da equipa azul e branca. Há alguns anos atrás os dragões tinham uma extensa legião de fãs mexicanos quando Herrera, Diego Reyes, Corona e Miguel Layún pertenciam aos quadros do clube, mas apenas “El Zorro” e o mais recente defesa central do Fenerbahçe SK chegaram diretamente da Primeira Liga Mexicana.

Embora a aposta no mercado mexicano pareça uma aposta real e constante, a verdade é que foram apenas seis os jogadores (os próximos cinco que serão apresentados neste artigo, mais Omar Govea) que foram contratados a clubes do primeiro escalão mexicano. Nestas duas primeiras semanas do mês de agosto, o número promete subir para oito, uma vez que Agustín Marchesín já foi oficializado e Mateus Uribe parece estar bem encaminhado para jogar de dragão ao peito. O guarda-redes argentino e o médio colombiano saem do CF América, um dos maiores clubes mexicanos, para iniciarem a primeira passagem pela europa das suas carreiras.

1
2
3
4
5
6
Artigo anteriorCasa Pia AC 2-0 Boavista FC: Gansos bicaram pantera e voaram para os grupos
Próximo artigoAntevisão do GP da Hungria: “Mais vale tarde do que nunca”
Desde criança a colecionar cromos e recortes de jornais de vários jogadores até às longas carreiras nos videojogos no seu clube do coração, foram muitas as alegrias que o desporto rei lhe proporcionou. Assume ficar fulo quando não consegue acompanhar um jogo da equipa da cidade Invicta, mas no que toca a tudo o que acontece à volta do seu clube sente a obrigação de estar sempre atualizado. Estuda Ciências da Comunicação e é através da escrita que se prefere expressar.                                                                                                                                                 O Tiago escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.