Anúncio Publicitário
Anterior1 de 3

Em modo conclusivo do ano mais controverso deste século, chega um presente perto do dia de entregar as prendas, o último clássico de 2020. FC Porto e SL Benfica encontram-se para, finalmente, colocar um ponto final na temporada 2019/20, com a Supertaça Cândido de Oliveira.

Para os dragões é a oportunidade de fechar um ano em que, a nível interno, foi totalmente dominante e levantar três das quatro taças possíveis, já para as águias pode ser a chance de salvar 2020, uma vez que sofreram uma dolorosa reviravolta no campeonato e na Taça de Portugal, a equipa passava, a nível interno, um dos momentos mais complicados das épocas transatas, foram totalmente anulados pelo campeão nacional.

Anúncio Publicitário

Em respetiva aos três duelos entre os dois tubarões portugueses na temporada transata, existe uma clara tendência para a vitória dos azuis e brancos, os encarnados mostraram-se incapazes de roubar pontos ou taça, algo que faz soar os alarmes em Lisboa.

Contudo, estes dados são apenas história, nestas condições especiais está perante nós uma partida completamente renovada, uma vez que, entretanto, o SL Benfica sofreu uma grande revolução, onde houve um investimento milionário, nunca antes visto em Portugal, e o treinador é o incomparável Jorge Jesus. Porém, o FC Porto também foi “vítima” de uma revolução onde perdeu algumas das principais figuras do conjunto.

Ora então, como acima das preferências pessoais está o desporto, tiremos a pala que nos impede de apreciar o adversário. Como tal, ficam dois pontos fortes sobre este SL Benfica assim como dois fracos.

Anterior1 de 3

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome