fc porto cabeçalho

José Mário dos Santos Mourinho Félix, ou simplesmente José Mourinho, nasceu a 26 de janeiro de 1963, em Setúbal, e estava destinado a ser um vencedor. Poucos ou ninguém imaginava, no início da sua carreira de técnico de futebol, que este viria a tornar-se num dos melhores treinadores de sempre do FC Porto e do futebol mundial.

José Mourinho começou a sua carreira como treinador principal no SL Benfica, em 2000/01, mas foi apenas na época 2001/02 que começou a dar sinais do que poderia vir a ser o seu futuro enquanto técnico, quando, em janeiro de 2002, foi apresentado como novo treinador do FC Porto e prometeu, logo no primeiro dia, que na época seguinte a equipa portista seria campeã nacional sob o seu comando. O clube azul e branco atravessava, na altura, um jejum de três temporadas sem qualquer título de campeão nacional, razão pela qual essa promessa de Mourinho foi considerada, no mínimo, arrojada.

A época de 2001/02 terminou com o FC Porto no terceiro lugar, como já era esperado, mas logo se deram início as preparações para a época seguinte, que viria a ser de glória. Para além de cumprir a promessa de ser campeão nacional, algo que conseguiu com 11 pontos de avanço sobre o segundo classificado, José Mourinho não ficou por aí e ainda conquistou a Taça de Portugal e a primeira Taça UEFA do clube da Invicta e do futebol nacional, na famosa final de Sevilha, na qual bateu o Celtic FC por 3-2 após prolongamento.

Só por isso José Mourinho já ficara na história do clube, mas, uma vez mais, isso não bastava para um homem com grandes ambições. Na época que se seguiu venceu a Supertaça, o bicampeonato, e elevou a fasquia europeia conquistando a segunda Liga dos Campeões da história do FC Porto, vencendo o AS Mónaco FC em Gelsenkirchen, por 3-0, numa das caminhadas europeias mais épicas alguma vez realizada por um clube.

A conquista da Liga dos Campeões, em 2004, foi o ponto mais alto da passagem de José Mourinho pelo FC Porto Fonte: UEFA
A conquista da Liga dos Campeões, em 2004, foi o ponto mais alto da passagem de José Mourinho pelo FC Porto
Fonte: UEFA

Naturalmente, tal como em 2003, foi considerado pela UEFA como o melhor treinador do ano e colocou o seu nome para sempre na história do futebol mundial. Findada a época gloriosa azul e branca José Mourinho optou por sair do FC Porto, pela porta grande, e rumar ao Chelsea FC de Inglaterra, onde continuou a sua carreira recheada de títulos.

A sua saída do clube não foi muito bem aceite no seio dos adeptos portistas e a popularidade do técnico desceu bastante nas horas e nos dias seguintes à conquista da Liga dos Campeões, mas nunca ninguém poderá negar que José Mourinho foi um dos melhores treinadores, senão o melhor, que alguma vez passou pelo banco portista. A ele devem, todos os portistas, um dos melhores e mais gloriosos momentos da história do clube.

Foto de Capa: UEFA

artigo revietompor: Ana Ferreira

Comentários