fc porto cabeçalho

Walter “Bigorna” é com toda a certeza um nome que os adeptos do FC Porto ainda não esqueceram. A passagem pelos azuis e brancos não foi marcante no que ao rendimento desportivo diz respeito, mas a sua fisionomia “avantajada” ficou na retina dos adeptos.

Chegou ao FC Porto na época 2010/11 vindo do SC Internacional onde tinha realizado uma excelente época. Em virtude disso, o FC Porto pagou cerca de seis milhões de euros para garantir o seu contributo. As esperanças eram grandes mas, as primeiras aparições, deixaram dúvidas no ar, um jogador com muitos quilos a mais foi a primeira imagem que ficou no olhar dos adeptos.

As qualidades técnicas estavam lá mas um jogador profissional não se pode apresentar naquele estado, acredito que muitos dos adeptos presentes no estádio no dia da sua estreia estariam em melhor forma física. Uma falta de profissionalismo que não augurava nada de bom. Apesar de tudo disso a época não foi negativa, realizou 25 jogos e apontou 10 golos ajudando o FC Porto a fazer uma época absolutamente fantástica conquistando o título da Primeira Liga, Taça de Portugal e Liga Europa.

O excesso de peso foi sempre uma imagem de marca de Walter
Fonte: FC Porto

Na época seguinte ainda fez alguns meses de dragão ao peito mas acabou por ser emprestado ao Cruzeiro EC. Desde então tem seguido a sua carreira no Brasil estando ainda, contratualmente, ligado ao FC Porto. Passou por diversos clubes e esteve em particular destaque ao serviço do Goiás EC.

Anúncio Publicitário

No futebol brasileiro o “bigorna” sempre teve muito mercado, passou por clubes de grande dimensão e leva já 148 jogos realizados na Serie A onde apontou 35 golos e fez 22 assistências. Não fosse a sua falta de profissionalismo e os patamares atingidos podiam ter sido outros. Bom finalizador, qualidade técnica, mas o seu “estômago” foi sempre o seu maior adversário. Chegou a jogar com mais de 100 quilos de peso. Atualmente representa o CSA que atua na Serie B Brasileira.

Foto de Capa: FC Porto

Artigo revisto por: Jorge Neves

 

Comentários