Anterior1 de 2Próximo

Na ressaca de mais uma vitória nas urnas do Dragão, Jorge Nuno Pinto da Costa concedeu ao Porto Canal uma entrevista, onde abordou diversos tópicos relativos quer ao presente, quer ao futuro do clube.

Primeiramente, antes de abordar temas internos, o presidente do FC Porto aproveitou para reforçar os elogios e o apoio a Pedro Proença, acrescentando, inclusivamente, que gostava que o mesmo se recandidatasse.

Quando questionado sobre as suas cada vez menores aparições públicas, Pinto da Costa é perentório: não irá correr atrás de nenhum meio de comunicação em busca de tempo de antena.

Abordando as eleições em si, revela-se surpreendido, não só com os milhares de votantes que se deslocaram até ao Dragão Arena, como também com a organização com que decorreu todo o processo.

Anúncio Publicitário

Na sequência, revelou que irá propor à direção do clube a elevação de Matos Fernandes à categoria de presidente honorário, de modo a premiar não só aquele que foi o seu papel durante as eleições do clube, como também todos os anos anteriores de dedicação aos dragões.

No que a medidas concretas diz respeito, Pinto da Costa toca, primeiramente, na questão dos estatutos: estes são considerados pelo presidente do FC Porto como sendo “ultrapassados”. Partindo desse princípio, revela que criará uma comissão, que deverá incluir elementos do conselho superior, com o objetivo de elaborar um pacote de alterações a esses mesmos estatutos.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários