Moussa Marega tem sido manchete da comunicação social portuguesa nos últimos dias. O relógio não para e a nação portista aguarda por decisões quanto ao futuro do maliano, ainda que um eventual processo de renovação provoque sentimentos díspares nos adeptos. Na passada sexta-feira, na imprensa turca, surgiram declarações do empresário do número 11 portista que abordavam o insucesso na tentativa de renovação de contrato do jogador com o FC Porto. Horas depois, o empresário Aziz Ben Aissa e o próprio Marega foram céleres a comunicar o desmentido.

O avançado portista, no seu perfil de Instagram, publicou a seguinte mensagem – “Pode escrever, claramente, que o que está escrito nos outros jornais é falso. Eu nunca falei isso, é mentira. É calúnia e calúnia!”. Para além disso, também ordenou que parassem com os rumores que o ligavam a clubes da Turquia. De relembrar que na comunicação social fala-se muito do interesse do Fenerbahçe SK em assinar contrato com o jogador.

Contudo, o lançamento de rumores nesta última sexta-feira não se cinge a clubes de países turcos. Também o Al-Hilal SFC foi destaque na imprensa portuguesa, mas o empresário de Marega também não perdeu tempo em dar o interesse como falso. O atual líder do principal campeonato da Arábia Saudita estaria disposto a oferecer um contrato de três anos a troco de um salário de 5 milhões de euros por temporada, um valor que o FC Porto dificilmente ofereceria.

Moussa Marega marcou o golo solitário da última partida do FC Porto frente ao Vitória SC, tendo sido o seu sétimo golo na Primeira Liga, na atual temporada. Em todas competições conta com 12 tentos. Embora não tenha chegado à dezena de golos no campeonato, mesmo sendo o quarto atleta mais utilizado do plantel (3094 minutos), é um elemento imprescindível para Sérgio Conceição e para o sistema tático que utiliza.

Anúncio Publicitário
Marega
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Para já ainda não há qualquer indício de renovação de Moussa Marega com o FC Porto e caso o jogador abandone o emblema portista a custo zero, pairará um sentimento agridoce por vê-lo sair a custo zero, sabendo que ainda poderia render uns milhões aos cofres azuis e brancos. Contudo, é certo que o rendimento do avançado maliano tem caído ao longo da sua passagem pelo FC Porto, sendo este o momento certo para deixar o clube, tendo em conta que entrará em fase final de carreira. Como acabará esta história?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome