Anúncio Publicitário

Sérgio Oliveira foi um dos grandes destaques do FC Porto na temporada 2020/2021, tendo estado em particular evidência na Liga dos Campeões, onde foi um dos principais obreiros pela excelente campanha azul e branca na competição. Deste modo, ao longo da época foi colecionando vários interessados, até porque durante algum tempo esteve como jogador em final de contrato, algo que mudou com a renovação do mesmo pelos dragões.

Porém, isso não afastou o assédio ao internacional português, que já viu o seu nome associado a vários emblemas, nomeadamente italianos, como a ACF Fiorentina, a AS Roma ou a Juventus FC. No entanto, também clubes ingleses e do Médio Oriente estarão atentos à sua situação.

Anúncio Publicitário

Apesar de ser, atualmente, um dos jogadores mais importantes para Sérgio Conceição, a direção portista não se opõe a uma possível transferência do médio. A extensão do seu vínculo contratual tornou-o num dos atletas mais bem pagos do plantel, cerca de 2 milhões limpos por temporada, e, face à sua idade, 29 anos, estará aqui o timing perfeito para uma venda. Neste sentido, o FC Porto estabeleceu um preço base de 20 milhões de euros para começar as negociações com qualquer clube que tenha a intenção de levar Sérgio Oliveira da cidade invicta.

Sérgio Oliveira
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Por sua vez, no final de maio e inícios de junho, com a entrada de Gattuso para a ACF Fiorentina, o emblema “viola” tornou-se no principal favorito a contratar Sérgio Oliveira, dado que o técnico italiano tinha pedido expressamente a sua aquisição. Com isto, vários meios de comunicação social davam como quase certa a consumação da transferência por valores próximos dos exigidos pela direção de Pinto da Costa.

Mas a verdade é que o processo se foi arrastando, algo que desagradou o novo treinador da ACF Fiorentina, que decidiu abandonar o comando técnico do clube italiano, após ter assinado com os mesmos um mês antes. Uma situação, no mínimo, insólita, que deixou os portistas na mão, pois as negociações caíram.

Assim, de um encaixe aparentemente certo, a realidade é que, aos dias de hoje, o futuro de Sérgio Oliveira é uma incógnita, sendo que a única coisa certa é que o FC Porto não abdicará de receber os 20 milhões de euros pelo seu passe. Além disso, com este negócio, outra transferência que ficou em banho-maria é o de Filipe Soares, jogador pelo qual os azuis e brancos já tem um princípio de acordo para ocupar a possível vaga do capitão portista.

Artigo revisto por Joana Mendes

Anúncio Publicitário

1 COMENTÁRIO

  1. Alguns clubes começam a acordar e recusar participar no jogo da bolha do Mendes, em que para as finanças dos clubes vão os mendilhões mas as comissões são pagas em milhões.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome