cabeçalho fc porto

Está próximo o dia que vai pôr todos os adeptos portistas agarrados ao grande ecrã. Esta quarta-feira, frente a frente na Liga dos Campeões, Chelsea e FC Porto disputam um lugar pela sobrevivência no mar dos milhões. Para muitos provavelmente será o jogo do ano de 2015, já que é um encontro que, para qualquer um dos clubes, pode pôr em causa a temporada. No lado dos azuis e brancos de Portugal, em caso de derrota em Inglaterra e com o Dínamo Kiev a vencer o Maccabi, o sentimento de dever não cumprido instala-se, pois os dragões podem tornar-se na primeira equipa da história da competição a chegar ao quarto jogo da fase de grupos com dez pontos e a não passar aos oitavos de final. O desaire no Dragão com os ucranianos faz com que a margem de erro com o Chelsea seja nula. Em caso de afastamento, os caminhos europeus dos portistas passarão pela Liga Europa, o que poderá ter influência no que resta da temporada. Sem os milhões da Champions, o FC Porto pode estar obrigado a vender algum dos seus jogadores mais valiosos, como Rúben Neves, Herrera ou Brahimi.

SOCCER Port_14
FC Porto tem de se agigantar em Londres
Fonte: belfasttelegraph.co.uk

Nos Blues de José Mourinho, se a porta dos oitavos se fechar, a época fica simplesmente arruinada. A equipa londrina já conta com oito derrotas no campeonato e está numa posição embaraçosa. O mais recente desaire com o Bournemouth é apenas mais um capítulo a juntar a uma das séries mais negras de sempre do Chelsea. Mais uma derrota, desta vez com os dragões, atira borda fora todas as esperanças de remediar os danos já causados. As contas do grupo G não são favoráveis à equipa de Lopetegui. Em Londres, Chelsea e FC Porto entram em campo empatados pontualmente, com dez pontos. Em Kiev, o Dínamo é amplamente favorito perante um Maccabi Tel Aviv que ainda não somou qualquer ponto e apenas fez um golo em cinco jogos realizados. Os ucranianos são amplamente favoritos e, como têm vantagem no confronto direto com os azuis e brancos, o empate não serve (o FC Porto tem a pior diferença entre golos marcados e sofridos), pelo que, em Stamford Bridge, é obrigatório ganhar a José Mourinho.

Podemos falar em missão impossível para o FC Porto? Se nos basearmos nos últimos resultados no reduto do Chelsea, claramente chegamos à conclusão de que a tarefa não é fácil. Em três deslocações a Stamford Bridge, três derrotas para os dragões. A primeira, já com Mourinho no banco londrino, aconteceu em 2004, com os ingleses a vencerem 3-1. Na segunda, em 2007, novamente com Mourinho no banco do Chelsea, o FC Porto perdeu na capital inglesa na segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões por 3-1. Quaresma ainda pôs os dragões em vantagem mas, na segunda parte, Ballack e Robben fizeram o sonho cair por terra. Em 2009, na terceira tentativa, o Chelsea voltou a levar a melhor, vencendo os azuis e brancos, na altura liderados por Jesualdo Ferreira, por 1-0. Será que à quarta será de vez? Ou é caso para dizer que será a 17.ª? Sim, porque,  para além de nunca ter vencido no terreno dos Blues, o FC Porto nunca venceu nos dezasseis encontros já disputados em solo britânico.

ports-art-1
O FC Porto nunca venceu em casa do Chelsea
Fonte: soccerchampionsleague.com

Com estes cenários, quarta-feira tem de ser o dia de quebrar tendências. Apesar de a história não jogar a favor dos dragões, o futebol atual mostra que nada é impossível. Com Imbula de regresso aos convocados, Julen Lopetegui vai ter de contar com muita inspiração e determinação dos jogadores. Com Aboubakar numa fase menos eficaz, o camaronês tem neste jogo todas as possibilidades de voltar às grandes exibições, pois vai enfrentar uma defesa em estado muito frágil. Só resta desejar toda a sorte do mundo ao FC Porto, um clube que já tantas alegrias deu aos adeptos nesta competição e que é recordista em participações na liga milionária. Para Lopetegui, o desafio com o Chelsea é uma janela de oportunidade para responder às críticas que tem sofrido. Para isso, é necessário uma vitória frente ao poderoso Chelsea. Mourinho perdeu a primeira batalha no Estádio do Dragão e a única coisa que se pede aos “deuses do futebol” é que a história se repita. Força, Grande FC Porto, que quarta-feira é dia de fazer história.

Anúncio Publicitário

Foto de capa: Reuters

Comentários