O golo no último minuto frente ao CD Santa Clara veio validar a aposta de Sérgio Conceição em Toni Martínez como suplente utilizado. O avançado de 23 anos tem sido aposta para os minutos finais dos últimos cinco jogos do FC Porto, algo que já não acontecia desde dezembro. No último encontro, Sérgio Conceição rodou algumas das peças habituais e possibilitou a titularidade de Toni, acabando este por responder-lhe da melhor forma e dizer “presente”.

Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

É certo que, a nível de minutos jogados, a época do número 29 portista não tem sido tão linear como certamente desejava. O ponta de lança espanhol, entre janeiro e fevereiro, teve uma série de jogos sem ser utilizado (sete) e chegou inclusive a descer à equipa B. Porém, soube dar a volta por cima. Desde a partida em Turim com a Juventus FC até ao último encontro do FC Porto, é um dos homens escolhidos para mudar o rumo do encontro. E frente ao CD Santa Clara acabou mesmo por mudar. Pode-se dizer que conseguiu uma finalização “à ponta de lança”.

No último encontro, em terras beirãs para defrontar o CD Tondela, Sérgio Conceição renovou o ataque e os Dragões entraram em campo com a dupla Toni Martínez e Evanilson. O espanhol devolveu a confiança e mostrou que também está na corrida pela titularidade, marcando mais um golo. E, diga-se de passagem, não foi um golo qualquer. A forma como Toni amortece a bola no peito e aguarda pelo momento certo para rematar em cheio demonstra uma capacidade de matador. O ponta de lança é cada vez mais uma opção válida para Sérgio Conceição.

O seu primeiro golo com a camisola azul e branca não deve ter sido esquecido por grande parte dos adeptos. Numa partida frente ao GD Fabril do Barreiro a contar para a Taça de Portugal, Toni Martínez tira um pontapé de bicicleta da cartola e faz um golo mágico. O segundo reflete um dos valores chave para um ponta de lança – nunca desistir de um lance. Uma jogada de insistência frente ao Moreirense FC em que a bola sai desviada e trai o guarda-redes adversário. Ainda marcou um golo na Segunda Liga pelo FC Porto B frente à UD Oliveirense, fazendo um total de cinco golos marcados nesta época.

Anúncio Publicitário

Apesar da probabilidade de Sérgio Conceição abdicar da parelha Taremi e Sérgio Oliveira ser bastante reduzida, Toni Martínez demonstra que também tem uma palavra a dizer. Caso continue a fazer a diferença, seja em 10 ou 90 minutos, vai acabar por dar boas dores de cabeça ao técnico portista. Será que o ponta de lança espanhol vai figurar no onze inicial frente ao Chelsea FC na terça feira?