fc porto cabeçalhoO FC Porto B é um caso serio de sucesso. As últimas épocas tem sido brilhantes e, esta época não é diferente, com o FC Porto a comandar a Segunda Liga. O objetivo de uma equipa B passa por concluir o percurso de formação e integrar jovens valores contratados numa nova realidade competitiva.

A equipa B do FC Porto esta recheada de talento: Diogo Costa, Diogo Dalot, Jorge Fernandes, Diogo Leite, Fede Varela, Galeno e André Pereira são apenas alguns exemplos de jovens valores que a breve prazo estarão a brilhar na Primeira Liga.

António Folha tem realizado um trabalho magnífico ao comando dos azuis e brancos. Cinco jogadores já foram chamados para jogos oficiais da equipa A: Diogo Dalot, Jorge Fernandes, Luizão, Galeno e André Pereira. Este é um sinal muito positivo do trabalho realizado e da relação e interação que existe entre Sérgio Conceição e António Folha.

O caminho tem de ser este, o clube atravessa dificuldades financeiras e a formação tem de ser uma aposta forte do clube. Além da qualidade que é evidente as mais-valias que podem trazer em futuras vendas (André Silva e Rúben Neves são exemplos disso) é algo que não pode ser descorado. O FC Porto é um clube com uma cultura muito própria e os jogadores da formação percebem e encarnam isso com muito mais facilidade do que qualquer outro jogador vindo do estrangeiro.

Jorge Fernandes é um pilar dos azuis e brancos  Fonte: FC Porto
Jorge Fernandes é um pilar dos azuis e brancos
Fonte: FC Porto

Acredito que esta época o FC Porto B vai voltar a conquistar o titulo da Segunda Liga. Esse não é o principal objetivo mas é sempre melhor formar a ganhar do que o contrario. Criar hábitos de vitória faz com que o insucesso seja mal digerido e isso é a cultura FC Porto.

Anúncio Publicitário

Ao nível tático este FC Porto de António Folha é um regalo para quem gosta de analisar a vertente mais tática do jogo. O FC Porto joga num 3-4-3 que se transforma rapidamente num 3-5-2 ou num 5-4-1.Esta riqueza tática que procura o “Futebol Total” é algo que não encontro em mais nenhuma equipa no Futebol Profissional em Portugal. Espero e acredito que quando Sérgio Conceição seguir outros caminhos na sua carreira o seu substituto seja António Folha.

Foto de Capa: FC Porto