O guarda-redes internacional espanhol, Iker Casillas renovou contrato com o FC Porto por mais uma época, com mais uma de opção. Casillas, com 37 anos, cumpre a quarta época de azul e branco ao peito, tendo conquistado um Campeonato e uma Supertaça.

Casillas é um dos melhores guarda-redes da história do Futebol Mundial, com um curriculum inigualável. Ao serviço do Real Madrid CF conquistou três Ligas dos Campeões, duas Taças Intercontinentais, duas Supertaças Europeias, cinco Ligas espanholas, duas Taças do Rei e quatro Supertaças de Espanha. Pela seleção espanhola, conquistou dois Europeus e um Mundial e ainda um Mundial de Sub20. Um total de 24 títulos, 167 internacionalizações pela seleção espanhola, 725 jogos pelo Real Madrid CF e até ao momento 149 pelo FC Porto. Os números falam por si, Casillas é uma lenda do Futebol Mundial.

Desportivamente e apesar dos seus 37 anos Casillas é, ainda hoje, um dos melhores guarda-redes do mundo e o melhor a atuar em Portugal. Por isso a renovação é uma excelente noticia para o universo portista que fica com a baliza “guardada” para as próximas duas épocas. Além do lado desportivo, Casillas é uma “marca” mundial que traz prestígio, visibilidade para o FC Porto e como prova disso é o número de seguidores que o guarda-redes espanhol tem nas redes sociais, só como exemplo, no instagram, tem mais 13 milhões de seguidores.

O acordo entre as duas partes foi fácil de atingir
Fonte: FC Porto

Completamente identificado com o clube e a cidade, o internacional espanhol, preferiu continuar a sua carreira jogando ao mais alto nível em vez de ter uma “reforma dourada” num campeonato e num clube de menor exigência. Isto demonstra o caráter de Casillas que é um autêntico líder dentro e fora do campo, mantendo o seu espírito competitivo completamente intacto.

Anúncio Publicitário

O FC Porto tem jovens guarda-redes de grande valor, como João Costa e Diogo Costa, que asseguram qualidade na baliza azul e branca por muitos e bons anos e, que trabalhando diariamente ao lado de um “monstro” como Casillas, vão absorver pormenores que poderão ser determinantes ao longo da sua carreira.

Espero que as renovações não fiquem por aqui, apesar de achar que neste momento é praticamente impossível manter Brahimi e Herrera, mas, como diz o ditado, “até o lavar dos cestos é vindima”. Seria uma magnífica notícia se o clube conseguisse manter estas duas peças fundamentais do plantel azul e branco. Eliminar o Liverpool FC ajudava a desafogar mais a tesouraria azul e branca e poderia ajudar a segurar as “pérolas” do dragão.

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários