Já não é novidade: a proposta de retirada de cadeiras das bancadas destinadas às claques tem sido motivo de discussão (e de discórdia) um pouco por todo o país. Rivais unidos, sócios divididos, enfim, foram inúmeros os cenários originados por umas meras cadeiras, ou melhor, pela possível ausência destas. Uns a favor, outros contra, facto é que a discussão acaba quase sempre por rondar o duelo beleza x segurança.

De um lado os acérrimos defensores da arquitetura original do estádio, conservadores no que toca à beleza daquele recinto que desejam que permaneça imaculada. Do outro, progressistas que querem melhores condições para aqueles que cantam pela equipa durante os 90 minutos.

Antes de tudo, há que afirmar o seguinte: qualquer um dos lados acaba por ter um argumento muito forte, a meu ver. Contudo, o argumento coletivo acaba por sobrepor-se ao argumento individual, também na minha opinião. Um dos estádios mais bonitos de todo o mundo não deverá abdicar desse mesmo título, mesmo que isso signifique a permanência das “condições desumanas” que as claques enfrentam neste preciso momento.

Os Super Dragões são responsáveis por preencher quase que por completo uma bancada
Fonte: FC Porto

Não querem ver o jogo sentados? Não o façam. E não há problema nenhum nisso. Aliás, mau seria se tivéssemos membros de uma claque que assistissem aos jogos sentados nas suas respetivas cadeiras. Cantem, gritem, vibrem, façam tudo a que uma claque tem direito e dever.

Em última instância, retirem as cadeiras. Dêem mais liberdade, mais espaço, mais “segurança” a todos aqueles que pertencem às claques. Façam-no, porém não deixem à vista de todos os outros utilizadores daquele estádio meros degraus cinzentos ao longo de toda uma bancada. Seria como se eu, enquanto leigo, pegasse na Mona Lisa e decidisse fazer uns rabiscos por cima. É um autêntico tiro no pé.

Não sou contra o apoio e os benefícios dirigidos especialmente para as claques, muito pelo contrário. Contudo, não acho válido retirar grande parte daquilo que é a marca registada do Estádio do Dragão com o objetivo de melhorar as condições para alguns adeptos em particular.

Querem retirar as cadeiras? Então arranjem uma solução à altura do problema que pretendem criar.

Foto de Capa: FC Porto

Artigo revisto por: Jorge Neves

Comentários