Foi durante esta semana que um pombo correio proveniente da zona norte de Londres trouxe junto à sua pata uma mensagem para os dirigentes do FC Porto. O Tottenham Hotspur FC, depois de pescar Gedson Fernandes ao grande rival dos azuis e brancos, SL Benfica, viu na cidade do Porto uma opção válida para o seu ataque. Trata-se de Zé Luís, nome bastante falado nos últimos dias pela comunicação social como o próximo reforço dos londrinos.

Sabendo que José Mourinho é o atual treinador dos Spurs, apelidados assim por muitos adeptos, não é de estranhar que o interesse no cabo-verdiano de 28 anos seja real. Contudo, para alguns adeptos do FC Porto, a notícia torna-se uma surpresa, uma vez que Zé Luís ainda não se afirmou nos dragões. Tendo em conta que o ponta-de-lança nem sequer tem feito parte do onze inicial, os portistas questionam o porquê de uma equipa vice-campeã da última edição da Liga dos Campeões querer contar com o jogador em questão.

Foi a lesão de Harry Kane que levantou toda a cogitação em torno de Zé Luís
Fonte: Tottenham Hotspur FC

Contudo, o Tottenham Hotspur FC e, mais precisamente, o seu presidente Daniel Levy são conhecidos por não gostarem de abrir os cordões à bolsa. Ora, se Gedson Fernandes trocou o emblema português pelo britânico a título de empréstimo com opção de compra não obrigatória, está vista qual é a posição do clube em relação a este mercado – reforçar a equipa com o menor orçamento possível.

Como é do conhecimento geral, Harry Kane está neste momento lesionado e só voltará aos relvados, muito provavelmente, bem perto do final desta época desportiva. Olhando para o plantel do Tottenham Hotspur FC, percebe-se que não existe qualquer solução para o centro do ataque. Assim sendo, Zé Luís, que conta com oito golos em 20 jogos pelo FC Porto, seria a opção ideal para ser substituto de Harry Kane, tendo em conta as condições impostas pelo clube. Fala-se de que o FC Porto pensa na venda definitiva ou no empréstimo com opção de compra obrigatória, com um valor a rondar os 20 milhões de euros.

Foto de capa: Diogo Cardoso/Bola na Rede

Comentários