O FC Porto está no mercado à procura de um ponta-de-lança e parece ter Zé Luís como a sua prioridade máxima. Numa altura em que se fala ainda da saída de Soares para a China, vamos a um comparativo entre o cabo-verdiano do Spartak de Moscovo e o brasileiro, que foi o melhor marcador dos dragões na época transata com 23 golos apontados em todas as competições.

De relembrar que o jogador da formação moscovita foi sondado pelo FC Porto, tendo os dragões feito uma proposta de, alegadamente, oito milhões de euros, que foi recusada pelo Spartak, de acordo com o diretor de comunicação do clube russo. Ao que tudo indica, os azuis e brancos e o avançado cabo-verdiano já estabeleceram um pré-acordo, faltando unicamente o acordo entre os dois clubes.

Zé Luís é um avançado de 28 anos que cumpriu a sua quarta temporada ao serviço do Spartak, depois de passagens, em Portugal, por SC Braga e Gil Vicente. Na época 2018/2019, marcou 14 golos em 36 jogos, contabilizando campeonato e taça russa, Liga Europa e Champions League.

Com Zé Luís na porta de chegada, avançam-se rumores sobre a saída de Tiquinho Soares. O ponta-de-lança brasileiro de 28 anos que chegou do Vitória SC em 2016/2017, foi o melhor marcador da equipa portista nesta temporada, contabilizando, só na Primeira Liga, 15 tentos apontados. Soares tem sido associado ao futebol chinês, com a imprensa nacional a falar numa transferência a rondar os 20 milhões de euros.

Soares foi a maior ameaça portista na época 2018/2019
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Os dois avançados têm um estilo de jogo semelhante, sendo jogadores de área e que primam pelo jogo aéreo, saltando à vista o porte físico de ambos. O FC Porto usa Soares quando quer esticar o jogo diretamente para a frente, sendo o trabalho do brasileiro segurar a bola e devolver aos colegas, aparecendo depois na área para finalizar, e é isso que Sérgio Conceição pretenderá de Zé Luís caso este seja contratado pelos dragões.

Veredicto: Sobretudo olhando aos números de ambos, Soares sai por cima deste confronto. Zé Luís, na liga russa, apontou unicamente 10 golos em 25 jogos, enquanto Tiquinho marcou 15 em 28 partidas na liga portuguesa. Soares, apesar da sua qualidade técnica não ser elevada, é um avançado que dá trabalho às defesas e é forte no jogo aéreo, estando já rotinado com a forma como a equipa joga. Zé Luís, atendendo aos seus números e à sua idade, não vale, na minha opinião, o dinheiro que o Spartak pede pelo cabo-verdiano.

Foto de Capa: Bola na Rede

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários