Belenenses SAD 0–3 SC Braga: O topo da Liga é dos Guerreiros

    - Advertisement -

    Ao final da sexta jornada do campeonato, o Braga é o líder campeonato português e continua sem saber o que é perder. A equipa minhota venceu no Estádio Nacional do Jamor o Belenenses SAD por três golos sem resposta.

    Primeiro tempo começa com ambas as equipas a querer deter a posse de bola. Lances de perigo só começam a surgir à entrada do quarto de hora de jogo no Jamor e foram para a equipa da casa. Minuto 13, cruzamento de Licá vindo da direita e Keita acerta mal perto do segundo poste da baliza do Braga.

    Seis minutos depois, os arsenalistas começam a explorar muito bem as costas da defensiva do Belenenses, chegando muito rápido à baliza.  Marcelo Goiano rouba a bola a Fredy e passa logo para Dyego Sousa perto do meio campo. O avançado brasileiro passa de primeira para Wilson Eduardo, já isolado. Muriel defende no frente a frente com o camisola 7 bracarense.

    O Belenenses tem as melhores oportunidades da partida no minuto 22. Gonçalo Silva cabeceia ao poste – a partir de um cruzamento de Dálcio após receber a bola de um canto curto – e à barra – após o esférico ter sido aliviado para a faixa direita do ataque. Muito azar para a equipa de cruz de Cristo.

    Não marcou o Belenenses, marcou o Sporting de Braga e nunca mais se viu a equipa de Belém em toda a primeira parte. Minuto 26 e chega o golo que Wilson Eduardo já ia procurando (0-1). O avançado adiantou-se bem à marcação de Sasso para encostar ao golo após um cruzamento vindo da esquerda por Ricardo Horta, que viria a estar em destaque nos minutos seguintes.

    Depois da assistência, o golo de Ricardo Horta, mas o protagonista foi Muriel. O guarda redes adianta-se a um passe longo do Braga para cortar com o peito. Uma hesitação do brasileiro fez Dyego Sousa conseguir ficar com a bola e subir até ao lado esquerdo da pequena área. Vários jogadores do Braga chegavam no entretanto à área e o avançado entrega para Horta fuzilar e dilatar a vantagem (0-2).

    Wilson Eduardo no momento que faz o 0-3 a favor do SC Braga.
    Fonte: Bola na Rede

    O Belenenses já não sofria golos há duas jornadas, desde o jogo louco contra o FC Porto que terminou 2-3 a favor dos «dragões» no último minuto. Nos últimos dois encontros do campeonato, tinha empatado a zero em casa com o Vitória Futebol Clube e na ilha da Madeira, frente ao Marítimo.

    O segundo golo do Sp. Braga foi o atenuar do desânimo da equipa do Belenenses em campo a meio da primeira parte. As bolas ao ferro podiam ter dado o golo que colocaria os lisboetas em vantagem, mas isso não aconteceu. O Braga explorou muito bem as costas do quarteto defensivo do conjunto de Belém, destacando a disponibilidade e entrega de Ricardo Horta, Dyego Sousa e Wilson Eduardo no jogo. Por outro lado, o Belenenses ficava algo nervoso em partir para o ataque e até iniciar pressão alta na primeira fase de construção do adversário. Ainda antes de terminar a primeira parte, Dyego Sousa e Ricardo Horta efetuaram um remate perigoso cada por cima da baliza de Muriel.

    Centenas de adeptos do SC Braga agitaram o ambiente no Jamor.
    Fonte: Bola na Rede

    A segunda parte começou como terminou a primeira. O Braga teve a partida absolutamente controlada a seu favor e ainda conseguiu fazer mais um golo, com Muriel – guarda-redes adversário – a surgir novamente como protagonista. O guardião derruba Ricardo Horta no lado esquerdo da área (há dúvidas se há de facto falta dentro de área) e o árbitro Fábio Veríssimo não teve dúvidas em marcar grande penalidade. Wilson Eduardo converteu com sucesso (3-0).

    O Belenenses ainda marcou num lance de excelente execução por parte de Keita aos 85 minutos, que conseguiu fazer um chapéu a Tiago Sá rematando ainda com a bola no ar. No entanto, estava fora de jogo. Mais uma machadada na motivação do Belenenses nesta partida que tinha entrado muito bem, mas foi o Braga a vencer confortavelmente procurando fraquezas do adversário na altura certa. A próxima jornada dos bracarenses será em casa, frente ao Rio Ave, enquanto o FC Porto (com menos 1 ponto) desloca-se ao Estádio da Luz para defrontar o Benfica.

    Onzes iniciais:

    Belenenses SAD: Muriel; Sagna, Gonçalo Silva, Sasso e Reinildo; Nuno Coelho (Zakaria 71’), Lucca, Dálcio (Matija Ljujic 45’); Fredy, Licá (Henrique Almeida 59’) e Keita.

    SC Braga: Tiago Sá; Marcelo Goiano, Bruno Viana, Pablo e Sequeira; Claudemir, João Novais, Ricardo Horta (Fábio Martins 82’) e Esgaio; Wilson Eduardo (Eduardo 73’) e Dyego Sousa (Paulinho 63’).

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Quinta dos Lombos 0-3 SL Benfica: E é dos encarnados, ao sabor do samba!

    A CRÓNICA: SIMPLICIDADE NOS PROCESSOS SAGRA SL BENFICA COMO...

    Além de Porro, há mais um defesa a chegar ao Tottenham

    É defesa central e vem da Bundesliga. Depois de...

    Fora do Ringue #15 – WWE Royal Rumble 2023

    NOVO PODCAST "FORA DO RINGUE" SOBREA ATUALIDADE DA WWE...

    Há chicotada psicológica na Segunda Liga

    A saída foi oficializada há instantes. Filipe Rocha e...

    PSV tem tudo acertado com Hazard

    Depois de Fábio Silva, a formação neerlandesa quer continuar...
    Francisco Correia
    Francisco Correiahttp://www.bolanarede.pt
    Desde os galácticos do Real Madrid, do grandioso Barcelona de Rijkaard e Guardiola, e ainda a conquista da Liga dos Campeões do Porto de Mourinho em 2004, o Francisco tem o talento de meter bola em tudo o que é conversa, apesar de saber que há muitas mais coisas que importam. As ligas inglesa e alemã são as suas predilectas, mas a sua paixão pelo futebol português ainda é desmedida a par com a rádio. Tem também um Mestrado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa.                                                                                                                                                 O Francisco não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
    Bola na Rede